UTIs só não chegaram ao colapso porque mortalidade é alta, diz deputado

De acordo com Lúdio Cabral, números oficiais do governo apontam para uma mortalidade de quase 60% dos pacientes com casos graves de covid

Médico sanitarista, o deputado estadual Lúdio Cabral (PT) chamou a atenção no início da pandemia do novo coronavírus ao fazer previsões nada otimistas sobre a evolução da doença em Mato Grosso.

Nesta edição do Diálogos, ele falou sobre as projeções, sobre a necessidade do tratamento precoce da doença e esclareceu questões quanto a oferta de leitos nos hospitais do Estado.

Afinal de contas, se sobram leitos gerais e faltam Unidades de Terapia Intensiva (UTI), por que não “transformar” estas vagas disponíveis? E um hospital de campanha, resolveria a situação? E se nada disso funcionar, qual o melhor caminho a partir de agora?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui