UFMT responde

Reitoria informou que vem estudando medida para conter uso de drogas dentro do campus Cuiabá

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) informou que a Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Prae) e a Coordenação de Assistência à Saúde do Servidor (Cass) estudam protocolo para tratar da disseminação do uso de drogas no campus de Cuiabá.

A informação está em uma nota enviada no fim da tarde dessa quinta-feira (13), em resposta à matéria publicada pelo LIVRE sobre um abaixo-assinado que vem sendo realizado por professores e estudantes da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC).

O texto, porém, não detalha o estágio do estudo, nem informa há quanto está em andamento e nem quando encerra.

As fontes ouvidas pela reportagem disseram que a reitoria ignorou o ofício enviado em janeiro com pedido de ação para conter a situação crônica que tem gerado outros crimes dentro do campus.

Conforme a nota da universidade, hoje, os alunos usuários estão sendo acolhidos pela pró-reitoria de assistência e enviados para postos de tratamento do SUS, “pois os casos de dependência química apresentam complexidades que necessariamente requer a relação com a rede de saúde pública”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Muito bem reitora, no entanto o ambiente universitário continua palco de usuários.
    Se o indivíduo quer usar drogas, que faça em outro lugar, que não seja dentro do campus.
    Se existe uma lei que impede o uso de cigarros (legalizado) em determinados recintos. A senhora espera que venha uma lei pra ilícitos? Tá esperando o quê?

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMédico é preso após agredir a mãe dentro do hospital
Próximo artigoEm defesa da cobrança

O LIVRE ADS