Transporte intermunicipal: Gaeco cumpre mandados em Cuiabá e Barra do Garças

Esquema envolveria uma "máfia" que beneficiava empresas no setor de transporte intermunicipal

(Foto: Reprodução / MP-MT)

Agentes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) cumpriram mandados de busca e apreensão em Cuiabá e no município de Barra do Garças em um desdobramento da Operação Rota Final, que investiga irregularidades no transporte intermunicipal.

Os procedimentos são mantidos em sigilo. Houve cumprimento de mandados de busca e apreensão no Condomínio Alphaville I e no Condomínio Reserva Rio Cuiabá, ambos localizados em Cuiabá no bairro Jardim Imperial.

Em Barra do Garças, documentos foram apreendidos na empresa Xavante.

Supostas fraudes em concessão

Em abril de 2018, foi deflagrada a primeira fase da Operação Rota Final.

O alvo das investigações eram fraudes na concessão no transporte público. Foram alvos de mandados o ex-presidente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados (Ager-MT), Eduardo Alves de Moura (suspeito de envolvimento no esquema) e o presidente do Sindicato das Empresas do Transporte Rodoviário (Setromat), Júlio César Sales Lima.

O suposto esquema envolveria uma “máfia” que beneficiava algumas empresas no setor de transporte intermunicipal. As empresas agiriam em conjunto para ter domínio do setor, não permitindo que outras empresas participassem da concorrência ou vencessem licitações para prestação do serviço.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. É lamentável que o MP venha provocando o atraso no sucesso da licitação,causando situações como essa,que poderia estar resolvida desde 2018.
    Continuamos com o não recolhimento dos impostos,não pagamento de outorgas,e serviços com a qualidade piorada por determinação dos órgãos controladores,com aval do MP.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEmpréstimo de R$ 120 milhões
Próximo artigoCom ciúme, mulher tenta matar o marido com uma facada na cabeça