|Domingo, 16 Dezembro 2018
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Taques pode mudar orçamento de MT a pedido de Mauro Mendes

Aliados do atual e do futuro governador concordam que peças orçamentárias têm que ser rediscutidas

COMPARTILHECOMPARTILHE

O governador Pedro Taques (PSDB) pode retirar o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2019 e reapresentá-lo com sugestões de mudanças feitas pelo governador eleito, Mauro Mendes (DEM). O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), segurou a votação da LDO justamente para esperar o resultado das eleições e discutir o orçamento com o governador eleito.

A LDO prevê um orçamento de R$ 19 bilhões no próximo ano e deveria ter sido aprovada até 30 de junho. A Lei Orçamentária Anual (LOA) deveria ter sido enviada pelo governo até 30 de setembro, porém, segundo Botelho, o projeto não foi encaminhado pela falta de aprovação da LDO.

“O governo já sinalizou inclusive que tem possibilidade de pedir devolução e reapresentar. Acho que é o melhor caminho, chegar a um entendimento entre o atual e o governo que está chegando. O que ele fizer agora vai impactar no próximo governo. Nada mais justo do que ele sentar com o próximo governador, discutir os objetivos e metas, refazer a LDO e já fazer a LOA baseada no projeto do próximo governador”, disse Botelho.

Dilmar Dal’Bosco (DEM), que já foi líder do governo tucano e depois se uniu ao grupo de dissidentes que apoiou a eleição de Mauro, também apoia a retirada. “Vamos construir uma LDO já de acordo com o novo governo. Tem que trazer a cara do novo governo”, disse.

O vice-líder do governo, Wilson Santos (PSDB), que já anunciou que será oposição no próximo mandato, também defendeu a reapresentação do texto e destacou a necessidade de entendimento entre o atual e o futuro governo. Ele preside a Comissão de Acompanhamento e Fiscalização da Execução Orçamentária e define o calendário de votação das peças orçamentárias.

“Eu defendi ontem com Taques, em uma reunião dele com o secretariado, que tanto LDO quanto a LOA sejam retirados e se discuta a quatro mãos, com o governador Pedro Taques e o governador eleito, Mauro Mendes. Para mim, até 31 de dezembro, Mato Grosso tem dois governadores, o que tem a caneta e o que foi ungido pelo povo”, disse.

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Adote um idoso: abrigo faz campanha para arrecadar presentes de Natal
Ventania destrói estrutura de feira e derruba postes de energia em Livramento; veja fotos
TCE determina que Prefeitura de Cuiabá suspenda lei que retira juros e multas de dívidas contraídas este ano
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
“Isso não vai acontecer”, diz presidente do TJ sobre redução do duodécimo
Em posse, presidente da OAB resgata “grampolândia pantaneira” e promete cobrar respostas da Justiça
Com a presença de Temer, “Trincheira da Chapada” será inaugurada em 28 de dezembro
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Conab projeta crescimento de 22% na área plantada de algodão em MT
Rompimento com árabes e China prejudicaria o agronegócio
Chuvas contribuem para aumento na captação de leite em MT
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Batalha de poesia: Pacha Ana concorre a vaga em campeonato mundial na França
Dupla Anselmo e Rafael lança novo álbum em show especial de fim de ano
Prestes a celebrar 300 anos de Cuiabá, Prefeitura homenageará Mickey Mouse
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Mais Médicos recebe até hoje inscrições de formados no exterior
Mega-Sena pode pagar hoje R$ 42 milhões a quem acertar 6 dezenas
Considerado foragido, João de Deus entra para lista da Interpol
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Provas de concurso para a Secretaria de Educação serão aplicadas neste domingo
Prefeitura de Nova Monte Verde abre concurso com 56 vagas e salários de até R$ 12 mil
Concursos públicos ofertam mais de 300 vagas e salários chegam a quase R$ 9 mil
X