|Quinta-feira, 13 Dezembro 2018
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Assembleia prorroga prazos da LDO e Botelho fala em deixar para depois da eleição

O presidente da Casa defendeu que o orçamento seja discutido com governador eleito

COMPARTILHECOMPARTILHE

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) prorrogou, por mais 30 dias, o prazo para que os deputados apresentem emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2019. Com isso, a votação do projeto ficará para o próximo semestre, depois do recesso parlamentar. O requerimento pedindo a prorrogação do prazo foi assinado por 14 deputados e aprovado na noite de terça-feira (10).

O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), defendeu que a votação seja deixada para depois do período eleitoral. O primeiro turno das eleições desta ano será em 7 de outubro e o segundo turno está previsto para 28 de outubro. O orçamento previsto para 2019 é de R$ 19 bilhões.

O DEM, partido de Botelho, trabalha com a pré-candidatura de Mauro Mendes ao governo. Ele deve enfrentar o governador Pedro Taques (PSDB) nas urnas. Botelho tem defendido que o partido apoie o tucano, mas já avisou que, depois das convenções, acatará a decisão da sigla e aprovará a coligação que for definida.

O presidente da Comissão de Acompanhamento e Fiscalização da Execução Orçamentária, Wilson Santos (PSDB), defende que seja montado um novo calendário de votação do projeto, para que ele esteja aprovado até o fim de agosto.

“Quando voltar os trabalhos, já estará no clima eleitoral. Aí que terá menos tempo e menos quórum para discutir a LDO. Dos 24 deputados, 20 buscam a reeleição e um será candidato a deputado federal”, observou.

Para combater a falta de quórum no período eleitoral, Botelho reafirmou que baixará um decreto para concentrar as quatro sessões da semana nas quartas-feiras e, assim, facilitar para que os deputados compareçam. Ele promete cortar o ponto de quem faltar – cada quarta-feira representa um desconto de 25% no salário, ou cerca de R$ 6,3 mil. O salário dos deputados é de R$ 25,3 mil por mês.

COMENTÁRIOS

  1. […] Em reunião com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), na quarta-feira (17), o governador Pedro Taques (PSDB) concordou em retirar o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para refazer o texto a quatro mãos, em parceria com Mendes. A LDO estabelece as diretrizes para a LOA e deveria ter sido aprovada até julho, mas Botelho segurou a votação justamente para esperar o resultado das eleições. […]

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Força-tarefa do MPE flagra cárcere privado, irregularidades e fecha duas clínicas de recuperação
Piloto que passou quatro dias na mata, tem alta de hospital e grava vídeo com cerveja e amigos
Crianças se emocionam ao entrar em cinema pela primeira vez: “a tela é grandona”
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Mauro cobra Sérgio Moro e diz que seu histórico contra a corrupção aumenta sua responsabilidade
Selma diz que ofício de vice-presidente do TJ confirma legalidade de sua aposentadoria
Servidores públicos de MT devem quase R$ 2 bilhões de empréstimos consignados
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Mercosul e UE não fecham acordo porque europeus não querem, diz Maggi
Abate de suínos cresce 6,8% e bate recorde no terceiro trimestre
Alceu Moreira é eleito presidente da FPA
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Cultura cuiabana: morre o ativista Ditinho Campos, filho do poeta Carmindo de Campos
Power Rock Trio encerra agenda do ano com rock’n’roll, blues e jazz no Roostic
Peça da MT Escola de Teatro é selecionada para mostra nacional em São Paulo
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Bolsonaro: cabe às autoridades garantir segurança para cidadão de bem
Mauro cobra Sérgio Moro e diz que seu histórico contra a corrupção aumenta sua responsabilidade
Copom mantém Selic em 6,5% ao ano pela sexta vez seguida
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Prefeitura de Nova Monte Verde abre concurso com 56 vagas e salários de até R$ 12 mil
Concursos públicos ofertam mais de 300 vagas e salários chegam a quase R$ 9 mil
Sine oferece mais de 30 vagas de emprego para esta semana
X