STF “aprova” empréstimo

Pela 2ª vez MT recorre ao Supremo para que União garanta empréstimo

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Governo do Estado conseguiu sua segunda vitória no Supremo Tribunal Federal (STF) nessa segunda-feira (29), em relação à tentativa de empréstimo de US$ 331 milhões com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD).

A tutela provisória de urgência que determina a garantia ao empréstimo foi autorizada pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli, plantonista do último fim de semana. Contudo, a decisão pode ser revista pelo ministro relator, Edson Fachin.

Mato Grosso entrou com a segunda ação cível originária no STF depois que, mesmo após decisão favorável da ministra Rosa Weber, no dia 24 de junho, a Secretaria do Tesouro Nacional (STF) continuou se recusando a ser garantidora do empréstimo.

O objetivo de Mauro Mendes (DEM) é vender uma dívida dolarizada de cerca de US$ 200 milhões com o Bank of América, contraída pelo governo Silval Barbosa (sem partido), em 2012. Entretanto, a União alega que há “alto risco” no empréstimo.

Segundo a STN, Mato Grosso seria credor da União por uma dívida de 2001, parcelada, envolvendo o município de Pedra Preta e a antiga Companhia de Saneamento do Estado de Mato Grosso (Sanemat).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPalestrantes debatem mitos sobre o uso de defensivos agrícolas
Próximo artigo5 Perguntas Para Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil