Quase 80% dos servidores de MT não esperou os 60 para se aposentar

Levantamento do MT Prev aponta que a idade média para parar de trabalhar é entre os 45 e 55 anos

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Aposentar-se antes dos 60 anos de idade, entre os servidores públicos de Mato Grosso, é regra e não exceção.

De acordo com um levantamento divulgado nesta segunda-feira (6) pelo MT Prev, apenas 22% do total de servidores aposentados pelo Estado esperou chegar a essa faixa etária para parar de trabalhar.

Atualmente, o Governo de Mato Grosso paga aposentadorias para cerca de 28,7 mil pessoas.

Os dados do MT Prev revelam que 7,2% desse total de servidores deixaram seus postos de trabalho antes dos 45 anos de idade. Outros 14,7% tinham entre 45 e 50 anos quando se aposentaram.

A faixa etária em que acontecem mais aposentadorias no serviço público estadual é entre os 50 e 55 anos. Cerca de 33,3% dos servidores inativos de Mato Grosso pararam de trabalhar nessa época de suas vidas. Eles somam 9.580 pessoas.

Em média, o governo do Estado continua pagando esses profissionais pelo serviço prestado por mais 28 anos. E a previsão do MT Prev é que, dentro de três anos, o número de servidores aposentados supere a quantidade daqueles que continuam atuando.

Essa quantidade de pessoas é um dos argumentos que sustenta o projeto de lei que prevê uma reforma da Previdência estadual.

A principal mudança prevista na proposta é na alíquota de contribuição por parte dos trabalhadores. Hoje, o percentual descontado nos salários é de 11%. Se o texto for aprovado como está, vai subir para 14%.

Um percentual que o governador Mauro Mendes (DEM) defende: foi adotado em todos os outros Estados do país que já aprovaram suas reformas e consta nos projetos dos que ainda estão debatendo assunto.

Em Mato Grosso, a proposta de reforma da Previdência já foi encaminhada à Assembleia Legislativa e, conforme previsão do presidente da Mesa Diretora, deputado Eduardo Botelho (DEM), deve ser votada ainda neste mês.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVencedor do Globo de Ouro de melhor filme ganha novo trailer
Próximo artigoDepois de noitada, homem é encontrado de manhã cochilando dentro de rio