PT quer “reparação”

Bancada do PT na Câmara emitiu nota em apoio a Rosa Neide

Deputado Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara Federal (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

A bancada do Partidos do Trabalhadores (PT) na Câmara Federal emitiu uma nota de repúdio contra a Operação Fake Delivery, deflagrada na manhã desta segunda-feira (19) e que teve como alvo a deputada federal por Mato Grosso Rosa Neide Sandes (PT).

Assinada pelo deputado Paulo Pimenta (PT/RS), líder do partido na Câmara, a nota afirma que “medidas legais de reparação e responsabilização” serão tomadas contra “este flagrante abuso”.

Rosa Neide teve mandado de busca e apreensão cumprido em sua casa, em Cuiabá. Ela nega estar sendo investigada e ter participação no esquema apurado.

Ressaltando a versão da petista de que não se negou a colaborar com a polícia, o partido compara a Operação da Delegacia Fazendária mato-grossense ao que chama de “arbitrariedades da Operação Lava Jato”.

“Se esta ação da Polícia Civil mato-grossense contra a parlamentar for considerada legal, nenhum cidadão ou cidadã no Brasil estará mais a salvo de arbitrariedades de agentes públicos que agem com finalidades políticas”, diz trecho da nota.

Leia também

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorUPL lançará rede focada no crescimento sustentável durante Congresso do Algodão
Próximo artigoMorre Lupércio José dos Anjos, “o artista das lamparinas”

O LIVRE ADS