Preço do milho dispara e saca chega a R$ 40 em Mato Grosso

Em fevereiro de 2019, a saca de milho era cotada a R$ 25. Nesta semana, cotação chegou a R$ 41

A alta demanda pelo milho no mercado interno e externo fez o preço do cereal disparar em Mato Grosso. Em alguns municípios, o valor da saca passa de R$ 40, valorização de 76% em relação aos preços praticados no mesmo período do ano anterior. Em fevereiro de 2019, a saca de milho era cotada a R$ 25.

Leia também:
Área destinada ao milho aumenta 5% na safra 2019/20 em MT

Nesta semana, a saca chegou a ser vendida por R$ 41, em Campo Verde. Em Diamantino, o valor chegou a R$ 40,50. Sorriso, Sapezal e Canarana registraram preços acima de R$ 35.

Diferentemente dos altos preços registrados em 2016, quando uma quebra de safra elevou o preço da commodity e a saca chegou a R$ 36, nesta safra, a alta demanda e os baixos estoques estão ditando os valores, mesmo após uma colheita recorde.

Contratos futuros

Segundo o Imea, os produtores estão aproveitando as boas oportunidades de negócios e fechando contratos futuros, pois, acreditam em uma boa colheita. Os contratos futuros estão sendo fechados a preços acima de R$ 25 a saca, o que é considerado um valor recorde para o período.

Apesar dos bons preços para o produtor, esta é a safra mais cara da história, o que deve pressionar a margem de lucro do produtor e, claro, os preços nas gôndolas dos supermercados. O consumidor final também sentirá no bolso o aumento no preço do cereal.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTelhado de quitinete cede após incêndio
Próximo artigoAvenida Beira Rio está interditada pelos próximos 7 dias: confira horários liberados

O LIVRE ADS