PF deflagra operação contra comercialização de agrotóxicos importados ilegalmente

Foram expedidos 15 mandados de busca e apreensão e 10 mandados de prisão, parte deles cumpridos em Sinop, Sorriso e Feliz Natal

(Foto: PFMT)

A Polícia Federal deflagrou na manhã dessa quarta-feira (4), a Operação Terra Envenenada fase 2, nos Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná.

O objetivo da ação é o combate ao ingresso, transporte e comercialização de agrotóxicos ilegalmente importados mediante extensa rede criminosa formada a partir do Paraguai e China até o norte de Mato Grosso.

Foram expedidos 15 mandados de busca e apreensão e 10 mandados de prisão pela Justiça Federal. As ordens foram cumpridas em Sinop, Sorriso e Feliz Natal, em Mato Grosso, além de São Paulo (SP), Campo Grande (MS) e Terra Roxa (PR).

A investigação originou-se da análise do material e depoimentos colhidos na primeira fase da operação, quando foi desmantelada organização criminosa e apreendida mais de uma tonelada de agroquímicos contrabandeados ou adulterados.

Desde essa etapa inicial, a Polícia Federal intensificou as investigações e identificou grandes grupos de fornecedores regionais e nacionais, cujos líderes e integrantes foram presos nesta data.

Foram apreendidos documentos e materiais de interesse para investigação, agrotóxicos, além de armas irregulares.

Os investigados responderão por comercialização e transporte de agroquímicos de uso proscrito (artigo 15 da Lei n° 7.802/89), constituição de organização criminosa (artigo 2° da Lei n° 12.850/2013), lavagem de dinheiro e outros crimes que vierem a ser descobertos. As penas variam de dois a 10 anos de reclusão.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNem tão bom, nem tão ruim: MT tem 8º menor déficit de defensores públicos
Próximo artigoChow chow ataca e mata bebê de um ano e meio dentro de casa