Papai Noel entrega presentes e cachorro-quente a famílias e moradores de rua de Cuiabá

Entregas foram realizadas na manhã do dia 25 de dezembro no Bairro Parque Geórgia e no Centro da Capital

(Foto: Karina Cabral / O Livre)

O dia 25 de dezembro começou cheio de solidariedade para o Papai Noel Valteir Vieira Cabral, 59 anos, a Mamãe Noel, Solange dos Santos, 41 anos, e seu grupo de voluntários, do Instituto Técnico de Educação Esporte e Cidadania (Iteec Brasil).

Às 9 horas, eles chegaram ao Bairro Parque Geórgia, em Cuiabá, com presentes, roupas e cachorro-quente para entregar às famílias carentes do Bairro Parque Geórgia.

Cerca de 100 famílias foram contempladas. Esse é o 6º ano que o Natal Solidário é realizado. O LIVRE é parceiro da ação e todo ano acompanha a entrega.

Para Valteir, que, além de ser o Papai Noel da ação, é presidente do Iteec Brasil, é sempre gratificante ajudar o próximo, principalmente aqueles que mais necessitam.

“Independente da pandemia, as pessoas merecem e precisam da ajuda em geral. E com a pandemia, isso se agravou. No ano passado, que foi no ápice da pandemia, nós conseguimos atender mais de 200 famílias. Esse ano, já nessa fase de transição, aonde a maioria dos voluntários já estão imunizados com a segunda dose, nós já fomos com menos medo, mas sem deixar a prevenção, e conseguimos atender no Parque Geórgia acima de 100 famílias e nos moradores de rua aproximadamente 300 pessoas”, disse.

O atendimento aos moradores de rua foi o diferencial do Natal Solidário de 2021, essa é a primeira vez que o grupo de voluntários faz essa ação.

“Nossa equipe de voluntários se deslocou até o centro da cidade, na Praça da República, próximo aos Correios, e também debaixo dos viadutos e no Porto, levando um lanche, uma palavra de conforto, e dizendo que o Natal é o renascimento, então é uma nova oportunidade das pessoas refletirem sobre uma mudança de vida”, contou Cabral.

O Papai Noel contou que a ação continuará nos próximos anos e espera poder contar com a solidariedade da sociedade, assim como tem sido para a realização das ações dos últimos seis anos.

“Que a solidariedade prevaleça. Porque não é fácil fazer esse trabalho voluntário, principalmente porque as pessoas doam muito pouco, digo os empresários, porque a sociedade em geral é sempre participativa. Mas a parte de estrutura, ou a gente acaba investindo do próprio bolso, ou com a participação de alguns poucos, que também gostam de fazer o social, como, por exemplo, a Babacão Lanches, que doa os pães todos os anos, e o Sindicato Rural, que doou mais de 100 brinquedos novos”, relatou.

Por falta de estrutura, por exemplo, não foi possível fazer a distribuição de mudas de árvores (doadas pelo projeto Verde Novo, do JUVAM), que já é tradicionalmente realizada pela equipe. Mas no próximo mês a distribuição será realizada.

O Natal Solidário é realizado pelo ITEEC Brasil, com participação de voluntários. Quem quiser participar no próximo ano, ou doar, pode procurar por Valteir no Instagram: @institutoiteecbrasil

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNatal com Cristo: conheça o projeto que resgata almas e alimenta os pobres
Próximo artigoSaiba a diferença dos sintomas de covid-19 e gripe