Novo Cangaço: Polícia Civil divulga identidade de suspeitos presos com R$ 35 mil

Delegado do caso vai pedir prisão preventiva por quatro crimes cometidos por supostos membros de quadrilha

(Foto: reprodução)

Suspeitos de integrar quadrilha do novo cangaço presos em Nova Monte Verde (535 km de Cuiabá) na terça-feira (22) tinham R$ 35 mil em espécie para pagar o carro. A Polícia Civil revelou nesta quinta-feira (24) a identidade dos dois homens. 

Conforme a polícia, Ednicio Pereira Cavalcante e Josias Silveira ficaram hospedados em um hotel em Nova Monte Verde, a 54 km de Nova Bandeira, onde houve um assalto a duas cooperativas. Eles comprariam o carro para tentar escapar do cerco à região. 

Os suspeitos agiam de modo semelhante ao de outros supostos membros do grupo de novo cangaço que invadiu os bancos no dia 4 deste mês. Carregavam uma quantia considerável de dinheiro em notas e buscam caminho para fuga. 

Pedido de preventiva 

A Polícia Civil estima que ao menos 20 pessoas participaram do assalto. Ainda não há levantamento sobre o histórico criminal de Ednicio Pereira Cavalcante e Josias Silveira. 

O delegado responsável pelo caso, Victor Hugo Bruzulato Teixeira, disse que pedirá que as prisões em flagrantes deles sejam convertidas preventivas.  

Os crimes apontados pelo investigador são roubo majorado, associação criminosa e porte ilegal de arma e de munições de uso restrito. 

Rastro 

Desde o assalto, agentes da Força Tática e do Batalhão de Operação Especial (Bope) encontraram cerca de R$ 200 mil nas buscas aos membros da quadrilha. Seis suspeitos morreram em confronto, quatro deles no dia 10 deste mês.

Eles estavam escondido em mata. O esconderijo foi encontrado durante perseguição a pessoas em uma caminhonete, branca, que fugiu de barreira policial. 

No loca havia roupas de camuflagem militar, armas e R$ 164 mil. No dia 21, segunda-feira passada, outros suspeitos morreram durante confronto também em mata. Na ocasião, foram recuperados R$ 43.510. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTemendo ser abandonada, cachorrinha sobe no dono para não sair na rua: ‘Traumas passados’
Próximo artigoEx-BBB perde mais de 50 mil seguidores ao criticar Bolsonaro no Twitter