Vídeo | Comandantes relatam como aconteceu confronto com ladrões de banco nesta segunda

Comandante do Bope e do 9º Comando Regional da PM falam em vídeo sobre o confronto que deixou dois mortos

(Foto: PMMT)

Mais dois envolvidos no roubo às cooperativas de crédito Sicoob e Sicred morreram em confronto com o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e com a Força Tática do 9º Comando Regional na manhã desta segunda-feira (21). Os comandantes do Bope e do 9º Comando Regional falaram sobre a ação.

O tenente-coronel Ronaldo Roque, comandante do Bope, contou que nesta madrugada, no 17º dia de operação, o Bope conseguiu localizar quatro suspeitos de envolvimento no roubo.

Os quatro se depararam com uma das barreiras da Polícia Militar próximo ao município de Nova Monte Verde (920 km de Cuiabá) e entraram na mata para tentar se esconder.

As equipes do Bope foram atrás dos suspeitos na mata e as da Força Tática foram fazer buscas nas propriedades rurais ao redor do local em que os suspeitos haviam sido vistos.

Em uma das propriedades que os policiais da Força Tática de Alta Floresta faziam buscas, os indivíduos foram localizados e atiraram contra os militares, que revidaram os tiros.

LEIA TAMBÉM

Os acusados chegaram a ser socorridos e levados para o hospital, mas não resistiram e morreram. Com eles, já são seis mortos em ações ligadas ao roubo no estilo Novo Cangaço de Nova Bandeirantes, ocorrido no dia 4 de junho.

Com os dois suspeitos foram encontrados roupas, R$ 43.451,75 em dinheiro, um revólver calibre 38, uma espingarda calibre 12, roupas camufladas, coturnos, luvas, celulares e bateria externa de celular.

“Continuamos firmes nas buscas, a missão por aqui não para, continua e vamos em frente”, disse o tenente-coronel Ronaldo Roque.

“A Polícia Militar continuará nessa operação em busca dos demais elementos”, completou o tenente-coronel Adnilson Arruda.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCNJ investiga 83 desembargadores do TJ de SP por baixa produtividade
Próximo artigoConfiança no governo federal