Motorista de aplicativo é preso por estuprar sobrinha de sete anos

Suspeito oferecia presentes para tocar corpo da criança

Imagem ilustrativa

Um  motorista de aplicativo de 19 anos foi preso nessa segunda-feira (9) acusado de estuprar a sobrinha de apenas sete anos.

Os abusos aconteciam dentro da casa da vítima, onde o suspeito estava morando, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

A mãe da menina descobriu o que a filha vinha sofrendo após desconfiar de comportamentos estranhos. A criança começou a demonstrar medo e se mantinha distante dos pais.

Ela resolveu conversar com a filha e a menina contou que o tio vinha tocando as partes íntimas dela. A mãe, então, verificou o órgão genital da filha e percebeu manchas avermelhadas.

A menina contou à mãe, ainda, que o tio a oferecia presentes em troca dos abusos.

Prisão

A mãe denunciou o irmão à polícia no fim de outubro, mas ele fugiu. Somente nessa segunda-feira (9) ela o viu trabalhando como motorista de aplicativo e acionou a polícia.

O suspeito foi encontrado trafegando pelo Bairro José Carlos Guimarães, em Várzea Grande, foi detido e conduzido até a Central de Flagrantes.

LIVRE produziu um manual para você saber como agir, caso tenha sido vítima ou testemunha de um crime sexual:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFilho é preso após tentar matar a própria mãe com marreta
Próximo artigoJustiça cumpre mandado de busca e apreensão em comitê de candidato