Mauro Mendes: até servidor público recebe o seguro para pescadores

Seguro-defeso estaria sendo pago irregularmente em MT

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O governador Mauro Mendes (DEM) aproveitou a presença, em um evento pela manhã no Palácio Paiaguás, do procurador do Ministério Público Federal, Erich Masson, para puxar a orelha dos fiscalizadores da lei.

Segundo Mauro, o governo de Mato Grosso identificou milhares de pessoas que possuem a carteira de pescador e receberiam ilegalmente o “seguro-defeso” do governo federal, pago anualmente durante o período de proibição da pesca (piracema).

Mauro disse que esse é um problema que precisa ser atacado pela União. Segundo ele, até servidores públicos foram identificados recebendo os recursos. Para ele, o MPF precisa atuar nisso.

O governo propôs no meio do ano, na Assembleia Legislativa, um projeto que prevê o transporte zero de pescado em Mato Grosso.

O projeto é polêmico e gerou descontamento de comunidades ribeirinhas e até confusão no próprio governo.

Mendes quer proibir o transporte e mudar quem vive da pesca de profissão. Ao mesmo tempo, o governo quer incentivar o turismo da pesca em regiões como o Pantanal.

Leia também

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.