Licitação: prefeitura procura interessados em investir no Mercado Municipal

O vencedor da concorrência vai construir uma estrutura de 4 pavimentos onde é hoje o decadente prédio do mercadão

O prefeito Emanuel Pinheiro anunciou durante a live, transmissão ao vivo, de terça-feira (5), que assina na próxima segunda-feira (11), o edital de licitação de Parceria Público-Privada (PPP) para revitalização do Mercado Municipal Miguel Sutil, localizado na Avenida Isaac Póvoas.

O projeto prevê a requalificação do Centro Histórico de Cuiabá e a revitalização do Mercado Miguel Sutil. Serão construídas 586 vagas para carros e 20 para motos, o estacionamento contará com sensores para identificação do status da vaga e software de compra recarga de créditos, além de recarga de créditos através do parquímetro e fiscalização dos serviços através de OCR. Ao todo, o futuro Mercado Municipal terá quatro pavimentos, divididos por setores para um melhor ordenamento dos ambientes.

“Na próxima segunda-feira, 11 de abril, eu assino publicação do edital de licitação da PPP do Mercado Municipal Miguel Sutil, aqui no Centro Histórico, na Avenida Isaac Póvoas, que sempre foi o mercadão de Cuiabá e hoje está largado as traças, foco de usuários de drogas. Mas, agora nós vamos transformar em um lindo e quase shopping center, com estacionamento rotativo. Vai ser a coisa mais linda e eu assino o edital no dia 11, tudo isso dentro da programação de aniversário de Cuiabá”, disse o prefeito.

O procedimento licitatório de concessão administrativa da requalificação é acompanhado por uma comissão composta por representantes da Secretaria Municipal de Gestão, Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Secretaria Municipal de Planejamento, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável e Procuradoria Geral do Município de Cuiabá.

Os trabalhos técnicos foram realizados com participação da Câmara Municipal de Cuiabá, além da realização de audiências públicas para debate junto à população e ao Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) e Tribunal de Contas do Estado (TCE).

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEmpresas suspeitas de fraudes em licitações são alvos de operação da PJC em Cuiabá
Próximo artigoBR-364 será interditada hoje