Justiça deve decidir na segunda-feira se Cuiabá reabre as escolas

Ministério Público pede que o calendário da rede municipal comece a transição para o modelo híbrido no dia 16

A Justiça de Mato Grosso deve julgar no início da próxima semana se as escolas deverão ser reabertas em Cuiabá para receber alunos da rede municipal. Conforme a assessoria do Tribunal de Justiça, o prazo de 72 horas dado pela juíza Gleide do Espirito Santo venceu na sexta-feira (13). 

A juíza da Vara da Infância e Juventude vai analisar uma ação civil pública do Ministério Público do Estado (MPE) que pede que a Prefeitura de Cuiabá cumpra o próprio decreto (nº 8.315/2021) sobre o retorno às escolas e a lei estadual garante funcionamento mínimo de 30%. 

O cronograma de aulas na rede municipal continua no modelo exclusivamente remoto, de acordo com decreto de adoção de medidas de isolamento social. Segundo o prefeito Emanuel Pinheiro, as escolas serão reabertas quando todos os profissionais da educação estiverem com a vacinação concluída. 

A rede estadual e outros municípios começaram a migrar para o modelo híbrido na primeira semana deste mês, com revezamento de 50%. A sugestão feita pelo Ministério Público na ação civil pública é que o calendário de Cuiabá comece a transição no dia 16, próxima segunda-feira. 

A Secretaria de Educação de Cuiabá informou ao LIVRE que irá se manifestar à Justiça sobre o pedido do Ministério Público no começo da semana. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorViolência contra mulheres cresce em 20% das cidades durante a pandemia
Próximo artigoTráfico de pessoas: pandemia e subnotificações facilitam assédio a vítimas