Grávida de seis meses, adolescente conta no hospital ter sido estuprada pelo primo

Menina está passando por um gravidez de risco e somente agora conseguiu contar sobre o abuso sexual

Uma adolescente de 13 anos, gestante de 30 semanas, denunciou nessa segunda-feira (28) que foi estuprada por um primo de primeiro grau maior de idade.

A Polícia Militar foi acionada no Hospital Júlio Müller, em Cuiabá, onde a adolescente, que está em uma gestação de risco, contou ter sido vítima de um abuso sexual em maio deste ano.

A menina relatou que o abuso aconteceu quando ela foi passar alguns dias na casa da irmã, na cidade de Pontes e Lacerda (450 km de Cuiabá).

Segundo a vítima, o primo ficava lhe mandando mensagens e, em um dia, foi até o local em que ela ficava e, enquanto ela dormia a noite, cometeu o estupro.

Ela disse que não contou sobre o abuso a ninguém por medo de sofrer represálias. Somente agora, que está sofrendo com problemas de saúde, resolveu contar o que havia sofrido.

O caso foi registrado como estupro e será investigado pela Polícia Civil.

LIVRE produziu um manual para você saber como agir, caso tenha sido vítima ou testemunha de um crime sexual:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Múltiplos processos” do VLT
Próximo artigoMPE diz que falta bom senso à população e pede proibição de festas em Cuiabá e VG