Defensoria quer acesso a estudos do governo de MT sobre fechamento de escolas

Uma notificação recomendatória pediu informações sobre a lotação das unidades que vão receber esses alunos transferidos e até do transporte público

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Defensoria Pública de Mato Grosso requisitou informações à Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) sobre o fechamento de 19 escolas no Estado e recomendou:  nenhuma unidade deve ser desativada antes da realização de uma audiência pública com a comunidade e órgãos de proteção à criança e ao adolescente.

A Seduc tem sete dias para responder ao ofício, enviado na quinta-feira (26). O caráter é de notificação recomendatória encaminhada ao secretário Alan Porto e ao governador Mauro Mendes (DEM).

De acordo com a defensora pública Tathiana Franco, a Defensoria quer acesso a eventuais estudos que o governo tenha feito sobre o impacto dessas medidas na rede pública de ensino.

“Especialmente os riscos de lotação em outras escolas nesse período preocupante de pandemia e também sobre a possibilidade de aumento da evasão escolar”, afirmou.

LEIA TAMBÉM

A Defensoria quer saber ainda para quais unidades os alunos das escolas fechadas seriam remanejados e quais providências o governo vai tomar em relação aos funcionários.

Além disso, pediu um estudo sobre o transporte público municipal para verificar a capacidade das linhas que contemplam as escolas receptoras de absorver esses novos usuários.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGilberto Figueiredo com pneumonia
Próximo artigoTJ mantém processo de empresário ligado ao jogo do bicho em MT