Centro emergencial vai monitorar circulação do coronavírus em Mato Grosso

Grupo formado por 11 hospitais regionais vai trabalhar em áreas em estratégicas e em contato com o Ministério da Saúde

(Reprodução/Secom Governo do Estado)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) ativou nessa quarta-feira (12) um centro de ações emergenciais para o monitoramento do coronavírus no Estado. O Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE-nCov) é composto por 11 hospitais regionais e entidades ligadas ao estudo do novo vírus.

“A criação deste centro faz parte das medidas recomendadas pelo próprio Ministério da Saúde. Integra as ações que são feitas quando há situação que merece tratamento especial. O COE reúne entidades e setores ligados ao coronavírus para a sistematização das ações, para tomar decisões estratégicas”, disse o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Conforme a SES, inicialmente, 20 pessoas integram o grupo. Elas vão se reunir em locais estratégicos em Mato Grosso e trabalhar na sistematização de todas as ações de enfrentamento ao coronavírus.

As reuniões deverão ocorrer a cada 15 ou 30 dias, extraordinariamente, para a tomada de decisões estratégicas ligadas ao monitoramento da propagação do vírus.

O centro entra em atividade uma semana após um caso de alarde sobre suposta infecção de uma mulher em Rondonópolis (220 km de Cuiabá). A paciente chegou a ser internada em área de isolamento do Hospital Regional.

LEIA TAMBÉM

A Secretaria de Saúde informou que os membros do centro de operação mantêm contato constante com o Ministério da Saúde para receber orientações sobre a possível entrada do vírus em território brasileiro.

Os profissionais também têm realizado constantes reuniões de orientação, sobre a forma como devem ser os procedimentos de investigação dos casos diagnosticados como possíveis suspeitos, conforme classificação de risco do Governo Federal e da Organização Mundial de Saúde (OMS).

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMEC prorroga por dois dias prazo para inscrições no Fies
Próximo artigoUm brasileiro no BID

O LIVRE ADS