Câmara de Cuiabá se nega a afastar Marcos Paccola do cargo

Vereador foi indiciado pela Polícia Civil pelo assassinato - um crime qualificado - do agente socioeducativo Alexandre Myagwa

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de Cuiabá indeferiu o pedido de afastamento imediato do vereador Marcos Paccola (Republicanos), indiciado pelo assassinato do agente socioeducativo Alexandre Myagwa.

O relatório, que inclui o inquérito policial no qual Paccola está indiciado por homicídio qualificado, foi lido na sessão desta terça-feira (2) e aprovado por 21 votos contra 1.

LEIA TAMBÉM

Presidente da CCJ, o vereador Chico 2000 disse no parecer que o regimento interno e a lei orgânica do município não prevêm uma decisão direta sobre o assunto.

O pedido de afastamento imediato faz parte do processo protocolado pela vereadora Edna Sampaio (PT), que também pede a cassação do vereador.

Chico 2000 citou em seu parecer artigos da lei orgânica, do regimento interno e da Constituição Federal. Eles tratam dos atos do presidente da Câmara de Vereadores e da prerrogativa do plenário de afastamento temporário, antes da conclusão do processo político.

O caso envolvendo Marcos Paccola teria circunstâncias novas, sem regulamentação nas leis brasileiras.

“Nenhuma norma regimental, estadual e federal tem regra para o afastamento imediato neste caso, portanto temos que manter os limites da Constituição Federal de direito ao contraditório e ampla defesa”, disse.

Além da falta de legislação, o presidente do CCJ diz que deve ser levado em consideração o histórico do vereador acusado que poderia reforçar ou não uma decisão nova.
Esse parecer não anula o processo que pede a cassação.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRecém-nascido morre e suspeita é que mãe tenha dormido sobre ele
Próximo artigoCompra e venda de imóveis tem alta de 11% em Várzea Grande