Anvisa pede quarentena para membros da comitiva de Bolsonaro

Ao menos dois membros da comitiva presidencial testaram positivo para covid-19

(Foto: reprodução)

Após dois casos de contaminados com novo coronavírus no avião, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou nesta quarta-feira (21) que todos os integrantes da comitiva presidencial que foi a Nova York permaneçam em quarentena, depois que retornarem da viagem.

A equipe foi aos Estados Unidos para o discurso do presidente Jair Bolsonaro na assembleia geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com informações, ao menos dois membros da equipe foram contaminados, um deles é o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que confirmou que já está em quarentena.

14 dias isolados

De acordo com a Anvisa, os integrantes da comitiva deverão cumprir um isolamento de 14 dias, de acordo com o Guia de Vigilância Epidemiológica para covid-19 publicado pelo Ministério da Saúde.

O órgão também pede que todos os envolvidos na viagem façam novamente exames de detecção do coronavírus quando chegarem ao Brasil.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConselheiros fazem acordo para evitar concorrência ao comando do TCE
Próximo artigoJustiça determina reintegração de posse em área invadida para desmatamento ilegal