AAPOC lança projeto voltado a mudar a ótica com que o paciente com câncer é visto

O lançamento será no dia 8 de outubro e terá a participação de Adrya Almeida

(Foto: Assessoria)

A Associação de Apoio aos Pacientes Oncológicas de Cuiabá (AAPOC) realiza na próxima sexta-feira (8) o lançamento do Projeto AVIVAR. O evento, um chá da tarde, será realizado no restaurante Mahalo, das 16h30 às 18h30, com show de Adrya Almeida.

O projeto tem como objetivo trazer uma maneira de conscientizar as pessoas em relação à luta contra todos os tipos de câncer. Com isso, nasceu a ideia de dar início ao movimento e mudar a óptica com que o paciente com câncer é visto e tratado em Cuiabá.

A AAPOC

A associação de Apoio aos Pacientes Oncológicas de Cuiabá, nasceu do encontro entre duas amigas de infância, Danúbia e Janaína, que cruzaram seus caminhos novamente na batalha contra o câncer. Na época Janaína já estava curada do câncer de mama e Danúbia estava fazendo a quimioterapia de um segundo diagnóstico de tumor maligno localizado nos seios.

Elas se juntaram na fundação da AAPOC em dezembro de 2020, com a presidente Sandra, seguida pelos membros Marina, Fábio, Michelle, Mariana, Maysa, Elizangela, Adenil, Simone, Arlete e Fabrízio.

A associação tem uma frase de ordem: “O câncer não espera”. Portanto, toda causa envolvendo o paciente oncológico é urgente e importante. A AAPOC atua diretamente com os pacientes oncológicos através de campanhas de conscientização, orientação jurídica, apoio material (quando necessário), e acompanhamento do tratamento.

Independente de serem pacientes SUS, de plano de saúde ou tratamento particular, pois para a associação todos os pacientes importam. Hoje a AAPOC apoia três instituições de forma fixa: O ITC – Instituto de tratamento de tumores de Cuiabá, que atende cerca de 1500 pacientes por mês, o CECI – Centro de especialidades em câncer infanto-juvenil, ambos via SUS, e a Casa Transitória Irmã Dulce, que abriga pacientes em vulnerabilidade financeira, que estão em tratamento em Cuiabá, mas são residentes em outras cidades.

Para dar vida ao projeto, o artista Rafael Jonnier, foi o responsável pela criação da marca do tradicional laço, que ganhou rostos e cores, simbolizando o avivamento, a alegria, e a esperança que eles levam a cada um dos assistidos.

“Antes de olhar o câncer, precisamos olhar a pessoa, seus sonhos, sua trajetória, e ajudá-la a passar por essa batalha com acolhimento e dignidade”, disseram Janaína e Danúbia.

O Projeto AVIVAR surgiu da vontade da AAPOC de alertar a sociedade sobre a importância de olhar para a causa do paciente oncológico ao longo dos 12 meses ao ano. O lançamento acontece durante o Outubro Rosa, que tem sido um importante holofote para a causa.

A associação convidam a todos a serem “Anjos da AAPOC”, fazendo parte deste movimento de alguma forma, sendo elas:
• Com contribuições mensais a partir de R$20;
• Entrando para o nosso grupo de voluntários;
•Adquirindo os produtos do projeto;
• Comparecendo aos nossos eventos, contando para os amigos, fazendo parte da história.

Instagram: @aapoc.oficial

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO poder da neurolinguística
Próximo artigoAras diz que deputados estaduais têm autoridade para sustar ordem judicial