Wilson Santos diz que denúncia do MP contra ele é “política”

O Ministério Público Estadual ofereceu denúncia contra 58 pessoas

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) acusou o Ministério Público Estadual de agir politicamente ao oferecer denúncia criminal contra ele nas Operações Bereré e Bônus, que investigam suposto esquema de corrução instaurado dentro do Detran. “É uma surpresa enorme uma denúncia desse calibre contra minha pessoa”, disse ele, na manhã desta quinta-feira (17).

O tucano ainda insinuou que a investigação do Ministério Público foi superficial e que, ao oferecer denúncia contra 58 pessoas, jogou todos em uma “vala comum”. “Isso é um absurdo. Se o MP não teve tempo de investigar, que pedisse prorrogação de prazo, mas que fizesse uma investigação profunda e séria”.

O tucano garante que não existe absolutamente nada que o envolva no esquema. “Isso tudo aconteceu na gestão de Silval Barbosa, eu fui adversário do Silval em 2010. Não tenho nada a ver com isso, todos os delatores dessa operação, sem exceção, em nenhum momento citam meu nome. Não tive relação nenhuma, nunca recebi cheque, meu sigilo bancário está à disposição”.

O deputado ainda ironizou o montante de R$ 19,6 mil que a denúncia diz que ele teria “lavado”, classificando, mais uma vez, como “ridículo e surreal” e também ressaltou ter considerado o depoimento que prestou ao Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) muito rápido: “durou 10 a 15 minutos”.

“Sei que denúncia não é acusação e que tem um longo caminho pela frente, mas não deixo de fazer meu protesto, porque entendo que é descabida e leviana. Não há nenhuma prova contra mim, não há assinatura minha em nada, nunca tive relação comercial com nenhum dos atores. A minha vida não coaduna com isso”, finalizou.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA distância entre o mundo científico e a população
Próximo artigoMercado projeta déficit de R$ 138,5 bilhões nas contas públicas