Volta às aulas: só 17% das vagas em escolas de MT foram preenchidas

Baixa procura pelas matrículas preocupa o governo do Estado, que prevê encerramento das matrículas nesta sexta-feira

Foto por: Mayke Toscano| Secom-MT

O retorno das aulas em Mato Grosso está confirmado para o dia 8 de fevereiro, mas a baixa procura por matrículas preocupa o governo. Até agora, das mais de 78 mil vagas ofertadas no Estado, somente 13.607 foram preenchidas. Um número que representa só 17% do total.

Uma das hipóteses para a baixa procura é o suposto medo dos pais de mandarem os filhos para as escolas, por causa da covid-19. O governo sustenta, todavia, que está tomando todas as medidas necessárias para o retorno às aulas de forma segura.

No Estado, a média histórica da evasão escolar gira em torno de 30%. O número tende a ser maior no ensino médio, quando os alunos de renda baixa precisam se dividir entre trabalho e aprendizado.

Em 2018, quase 15 mil estudantes desistiram do ano escolar; mais de 11 mil estavam no ensino médio, segundo Ideb. E depois da pandemia, especialistas já imaginavam que essa quantidade aumentaria.

LEIA TAMBÉM

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Evasão no pós-pandemia

Em 2021, o governo prevê um sistema híbrido de ensino. Nele, os alunos se revezarão entre o sistema presencial e remoto. Mas uma pesquisa do Anuário Brasileiro da Educação Básica já prevê que a evasão escolar deve crescer 33% pós-pandemia.

Tanto questões econômicas, como a perda de renda, quanto o medo de contágio dos filhos devem pesar na decisão de não mandá-los à escola neste ano.

Um efeito prático já pode ser notado: conforme a Secretaria de Estado de Educação, (Seduc), uma estimativa do Mapa Educação projeta um público 48% menor na edição deste ano do Enem.

E o fechamento de escolas – ou a reorganização da rede, como o governo vem alegando – também pode ser um dos fatores. Sob o argumento de otimizar recursos, a pretensão é desativar 19 escolas em todo o Estado.

A ideia é que as atividades migrem para outras unidades descentralizadas, mas as comunidades escolares relutam em aceitar a ideia.

Matrícula para novos alunos

As matrículas para novos alunos na rede estadual de ensino se encerram na próxima sexta-feira (8). As solicitações podem ser feitas pela internet, no site da Seduc. Os pais que não tiverem acesso à internet podem fazer a solicitação na sede da secretaria, que fica no Centro Político Administrativo.

Antes de solicitar a matrícula é preciso fazer um cadastro. Na sequência, ocorre a solicitação da matrícula web.

Ao confirmar a solicitação, o sistema emitirá uma ficha com as informações cadastradas, que deve ser levada até a escola junto aos documentos necessários. O pedido só será efetivado quando validada pela unidade.

O governo listou os documentos que devem ser entregues após a solicitação pela internet.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVídeo | Manifestantes invadem Congresso americano e pedem recontagem de votos
Próximo artigoCamex zera imposto de importação de seringas e agulhas