Volta às aulas: secretário diz que medidas de segurança anulam “maior risco” de contágio

Gilberto Figueiredo afirma que retorno só depende da adequação das escolas para prevenção ao coronavírus

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo afirmou nesta terça-feira (26) que a adoção de medidas segurança – como o uso de máscaras e distância mínima entre pessoas – já permite que as aulas presenciais sejam retomadas em Mato Grosso. Isso “sem maiores riscos” de crescimento do contágio do novo coronavírus. 

Na avaliação de Figueiredo, a taxa de incidência da covid-19 estimada para as próximas semanas não chancela a manutenção da suspensão do calendário letivo de 2020, como já vem sendo alegado por grupos ligados a entidades escolares. 

“A volta às aulas depende de melhorar a segurança dos estabelecimentos de ensino para cumprimento de medidas não farmacológicas. Adotando as medidas necessárias, não haverá maior risco no retorno às aulas. Eu não sou à favor de suspensão do ano letivo, sou a favor de retorno às aulas com segurança”, disse. 

O retorno às aulas está sendo avaliado, na rede estadual, pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e por uma comissão especial de deputados, formada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

O grupo de parlamentares, com participação de entidades escolares, defende a reabertura das escolas a partir de agosto. 

Essa previsão estica o calendário letivo de 2020 até, pelo menos, o fim de janeiro de 2021.

Já entre as escolas particulares, há quem defenda a retomada das atividades presenciais já no próximo mês. As empresas afirmam que, no quadro atual, as aulas se estenderiam até a semana do Natal. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça do Trabalho manda secretaria afastar servidores do grupo de risco para covid-19
Próximo artigoIncêndio residencial deixa dois feridos em Sorriso

O LIVRE ADS