Volta às aulas (remotas): faltas serão contadas e conteúdo entrará para a carga horária

A partir de segunda-feira (3), a rede estadual retoma o calendário letivo 2020, com aulas online e offline

(Foto: Reprodução)

As aulas da rede estadual serão retomadas na próxima segunda-feira (3). E ainda que seja remotamente pais e alunos têm que estar atentos, pois será contada carga horária e a ausência entrará como falta na frequência do estudante.

Mais de 450 mil alunos vão retomar as atividades escolares, paralisadas por conta da pandemia.

Os conteúdos serão ministrados nos formatos online e off-line, para atender os estudantes que têm ou não acesso à internet. Conforme a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), 157 mil estudantes (47%) não têm condições de ter encontros virtuais com os professores. 

Para esse público, as aulas estão organizadas em cinco etapasprodução do material escolar, com a organização semanal de estudos e planejamento do professor; disponibilização do material escolar; atendimento ao estudante; intervenção pedagógica; e registro em tempo real no final do semestre. 

As presenças serão contadas e marcadas a cada entrega semanal de material para estudo. As atividades e os conteúdos serão ministrados pelas escolas onde as matriculas foram realizadas. 

Para aqueles alunos q não têm acesso à internet e vão fazer as aulas com as apostilas, a presença será contabilizada conforme forem entregando as atividades na escola, ou seja, o aluno busca as apostilas na escola e estuda em casa, resolve as atividades e devolve essa apostila para o professor”, informou a Seduc. 

Imagem Ilustrativa (Foto: Reprodução)

Plataforma online 

Já para os alunos com acesso à internet, as aulas vão acontecer pela plataforma Aprendizagem Conectada. Conforme a Secretaria, será disponibilizado aos estudantes e professores o aplicativo Teams, ferramenta para auxiliar nas aulas online.  

O app pode ser utilizado a partir de um desktop (computador pessoal), notebook, tablet ou dispositivo móvel (celular). Com ele, os professores poderão interagir com os estudantes, compartilhar arquivos e sites, criar blocos de anotações de classe, além de disponibilizar tarefas e questionários. 

A Seduc vai continuar a ofertar videoaulas pela TV Assembleia, tanto para os alunos do ensino médio quanto para os do fundamental. 

As aulas serão retomadas após quatro meses de suspensão em decorrência das medidas de isolamento para prevenção ao novo coronavírus 

Os alunos terão que lidar com carga grande de atividades para conseguir conectar o cronograma de estudos com o calendário do ano letivo 2020. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia resgata bebê de dois meses que estava trancado em carro
Próximo artigoReceita Pão de Panela por Chef Babi Bonfiglio Biancon

O LIVRE ADS