Volta às aulas: Cuiabá retoma as atividades presenciais no dia 27 de setembro

Decisão foi tomada em audiência de conciliação, após a Prefeitura descumprir uma liminar anterior, que determinava o retorno no dia 8

(Foto: Assessoria/ Gecom-MT)

A retomada das atividades presenciais da rede municipal de ensino, de Cuiabá, será no próximo dia 27. A decisão foi proferida na tarde desta segunda-feira (13), após audiência no Tribunal de Justiça de Mato Grosso, conduzida pela juíza Gleide Bispo dos Santos, da 1ª Vara da Infância e Juventude da Capital.

Na verdade, com a nova liminar, a magistrada manteve a decisão de retomada, alterando apenas a data de reinício das atividades. Uma primeira decisão previa que o retorno deveria ter ocorrido no dia 8.

Agora, a Justiça determina que todas as unidades escolares da rede municipal de ensino (167 escolas) retomem as atividades de forma hibrida, com 50% dos alunos em forma presencial e os outros 50% de maneira online.

O promotor de Justiça Wagner Cezar Fachone, representando o Ministério Público, requereu o retorno no dia 20, mas a própria juíza Gleide Bispo dos Santos indicou o dia 27 como uma alternativa.

Os representantes da Prefeitura de Cuiabá solicitaram a suspensão da audiência por 40 minutos para analisar e acabram concordando com a última data proposta.

LEIA TAMBÉM

Multa a Emanuel Pinheiro

Com o acordo fechado, a ação judicial não será extinta e ao longo do período o Ministério Público fiscalizará as unidades. Em caso de descumprimento da medida, uma multa diária no valor de R$ 100 mil deve ser aplicada ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

No final da semana passada, o MP também requereu a aplicação de outra multa ao emedebista, dessa vez, por litigância de má-fé. Segundo a promotoria, a Prefeitura teria usado uma outra ação para justificar o não cumprimento da primeira liminar, o que na avaliação do MP não seria cabível, por se tratar se assuntos diferentes.

O que diz a Prefeitura?

A Secretaria Municipal de Educação informou que hoje mesmo comunicará aos gestores educacionais o resultado da audiência.

A Pasta frisa ainda que o acordo quanto a data da retomada das atividades presenciais vai garantir o completo esquema vacinal (aplicação das duas doses de vacina e observação do período de 15 dias) aos profissionais da área.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMP recomenda medidas para funcionamento de centro de reabilitação em Cuiabá
Próximo artigoCaixa vai reduzir juros para financiamento da casa própria