VLT mais longe

Grupo de Trabalho que estuda viabilidade do modal pediu mais tempo de análise

VLT permanece estacionado enquanto governo estuda conclusão das obras (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O Governo Federal deu mais quatro meses de prazo para a conclusão de um estudo técnico sobre a viabilidade – ou não – do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de Mato Grosso.

Conforme a decisão, que consta no Diário Oficial da União desta sexta-feira (1º), a prorrogação atendeu nota técnica da própria equipe que coordena o estudo.

Uma comissão, formada por representantes do Estado e da Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, foi criada em julho para analisar o caso do modal.

“O problema que envolve o VLT é muito complexo. A obra foi financiada com recursos federais, tem dinheiro da Caixa Econômica Federal, por meio do FGTS, e está parada por conta da rescisão do contrato, mantida pela Justiça”, comentou o governador Mauro Mendes (DEM).

“É necessário que esse estudo seja feito de forma muito responsável, para impedir que ocorram decisões equivocadas, pois estamos falando de um projeto que envolve valores de grande monta”, completou. (Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInvestigado por corrupção de menores, vereador alega “perseguição política”
Próximo artigoServidor pode parcelar férias