Vítima de leucemia, criança faz festa e comemora que fará transplante de medula

“Deus ouviu as nossas preces e nos mandou um anjo para salvar a vida da minha pequena!”, foi com essa frase que Ritielli Hartz, mãe da pequena Maria Eduarda Sandoval, começou a agradecer pelo melhor presente de aniversário que a filha poderia ter: um doador de medula compatível.

Ao LIVRE, Ritielli contou que a notícia chegou na quinta-feira (08), um dia antes do aniversário de sete anos da pequena Duda. “Foi o presente de Deus que ela tanto pediu”.

A data não passou em branco. Foi celebrada com direito a festinha, doces, muitas bonecas – as LOL são as favoritas – e até com a presença da melhor amiga, que viajou de Cuiabá para Barretos (SP) para passar uns dias ao lado da Duda, onde ela faz o tratamento.

[featured_paragraph]“Eu como mãe estou em êxtase. Saber que tem uma pessoa ali do outro lado do mundo disposta a salvar a vida dela, não tem preço”, continuou a mãe. [/featured_paragraph]

O LIVRE tem acompanhado a luta da pequena Duda contra a leucemia, descoberta em 2015. Ela chegou a ficar alguns meses longe do tratamento, mas a doença voltou e foi necessária uma grande campanha de mobilização para que o doador fosse encontrado.

Saiba mais: Você pode salvar a vida da Duda: doe plaquetas e medula; veja como

“Foram sete meses procurando. Agradeço a Deus primeiramente por nos abençoar e a todas a pessoas que se prontificaram a ir aos hemocentros para se cadastrar, a todos os que nos ajudaram nessa linda campanha e a todos que oraram para que nosso pedido fosse atendido. E ele foi”, comemorou.

Ritielli disse que não há ainda informações sobre como o transplante será realizado – e que a data dependerá de como Duda irá reagir nas próximas quimioterapias. “É tudo muito sigiloso, mas sabemos que já foi confirmado e que será ele ou ela”.

Hoje Duda está com a imunidade baixa e precisa se recuperar para passar pelas próximas sessões de quimioterapia. Por isso, a mãe da pequena pede para que a população continue orando e que mantenha a campanha para que outras pessoas possam ter uma chance de cura.

“Vocês não fazem ideia de quanta gente está na fila esperando por essa notícia, por um anjo. Então, vamos continuar espalhando a campanha, não só pela Duda, mas também para todos os nossos colegas que precisam de um doador compatível”, afirmou.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBolsonaro volta a Brasília para dois dias de reuniões
Próximo artigoVocê tiraria mais de R$ 1 milhão do bolso para doar para políticos? Veja quem fez isso em MT