Após apanhar dos pais, criança foge de casa e passa 12 horas na rua

Menino foi encontrado por motorista de ônibus, que acionou a Polícia

Imagem ilustrativa

Uma criança de 11 anos foi entregue ao Conselho Tutelar no início da madrugada desta quinta-feira (27) depois de fugir de casa e ficar vagando pelas ruas de Cuiabá por mais de 12 horas. O motivo, segundo o menino, foi a violência do padrasto e da mãe.

Ele foi encontrado por volta da meia noite, quando a Polícia Militar foi acionada por um motorista de um ônibus da linha 319. O profissional estranhou o fato de a criança ter dado várias voltas na cidade, desacompanhada e sem descer em nenhum ponto.

Os policiais foram até a Avenida Tuiuiu, no Bairro CPA IV, e encontraram a criança e o motorista.

Conforme o boletim de ocorrência, ao ser questionado, o menino informou seu nome completo, idade, disse ser morador do Bairro Altos da Serra – também em Cuiabá. Ele contou ainda que, nessa quarta-feira (26), havia sido agredido pelo padrasto e, por isso, fugiu de casa.

A criança relatou que a violência é constante, que sempre apanha da mãe e do padrasto e que não queria mais retornar para casa.

Segundo o menino, ele tinha saído de casa no início da manhã da quarta-feira e passou o dia todo rodando pela cidade, passando por vários lugares sozinho.

O Conselho Tutelar foi acionado e o menino ficou sob cuidados de uma conselheira. O caso foi registrado como ocorrências atípicas, de natureza adversa. Até agora, ninguém foi preso.

Como você se sentiu com este conteúdo?

loading spinner

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.