Vídeos | Motociclista não se conforma com apreensão de moto e a retira à força de guincho

Centro de Cuiabá parou para testemunhar luta entre cidadão e poder público

Cidadão revoltado com a possível apreensão de sua moto subiu no guincho para retirá-la

Uma das mais movimentadas do Centro de Cuiabá, a Rua 13 de Junho foi palco de um verdadeiro embate entre poder público e cidadão.

Pessoas saíram das lojas e transeuntes interromperam o trajeto para acompanhar a briga entre funcionários de um guincho terceirizado pela Prefeitura de Cuiabá e um jovem que teve a moto apreendida.

Inconformado, ele subiu no guincho e passou a puxar a moto energicamente para livrar o veículo da apreensão. Os amarelinhos acompanharam de longe a luta.

A plateia revoltada vibrava com a reação do motociclista. Em certo ponto, algumas pessoas subiram na carroceria do guincho e partiram para a briga, o ajudando a retirar a moto. Todos que acompanhavam a cena aplaudiram.

Em um dos vídeos que circula nas redes sociais, um homem diz algo como: “estava esperando esse dia chegar”.

Segundo a equipe de assessoria da Prefeitura, as motos estariam estacionadas em cima da calçada e que as imagens feitas pelos cidadãos que testemunharam a confusão serão repassadas às autoridades e o caso investigado pela Polícia Civil.

“Os envolvidos devem responder pelos crimes de vandalismo e agressão”.

Confira nota na íntegra

A respeito da situação de violência registrada no início da tarde desta terça-feira (14) Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informa que:

– Os agentes de trânsito e o funcionário da empresa responsável pelo guincho atuaram em conformidade com as suas funções e com suas atribuições legais.
– As motocicletas removidas estavam estacionadas sobre a calçada, infração considerada grave.
– A irregularidade impede o fluxo de pedestres pelas calçadas, colocando-os em risco.
– A Secretaria e o profissional que foi vítima de agressão registrarão boletins de ocorrência junto à Polícia Militar (PM).
– Os envolvidos devem responder pelos crimes de vandalismo e agressão.
– As imagens feitas pelos cidadãos que testemunharam as agressões serão repassadas às autoridades e o crime será investigado pela Polícia Civil.

Leia também:

Nascidos para taxar: órgãos de trânsito tiram o que podem (e o que não podem) do cidadão

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Vandalismo e agressão? kkkkkkkkkkkk…
    Nada que um bom advogado resolva. Quando vão indiciar o prefeito por CORRUPÇÃO? Ja temos imagens e identificação do mesmo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno da Jordânia também quer tirar produção da Netflix do ar
Próximo artigoMato Grosso lidera exportações do agro brasileiro e movimenta U$S 16,6 bi em 2019

O LIVRE ADS