Vídeo: Polícia apreende menores acusados de incendiar viatura da PM

Dois menores foram apreendidos na cidade de Aragarças (GO); jovens seriam integrantes de facção

Foto: PJC

A Polícia Judiciária Civil (PJC) apreendeu nesta manhã o último adolescente acusado de incendiar uma viatura policial no município de Água Boa (730 km de Cuiabá). O crime ocorreu na última sexta-feira (17), quando quatro menores de idade incendiaram uma viatura do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra).

O veículo, uma TrailBlazer, estava estacionado no pátio da delegacia do município e ficou completamente consumido pelas chamas. Na ocasião, as câmeras de segurança flagraram o momento em que dois dos quatro menores envolvidos no crime se aproximam e ateiam fogo, que se espalha rapidamente por todo o carro.

A polícia já havia localizado um dos infratores, de 17 anos, poucas horas após o crime. Outros dois envolvidos, de 17 anos e 15 anos, foram apreendidos na tarde de terça-feira (21), na cidade de Aragarças (GO). A ação contou com apoio da Polícia Civil e Militar do Estado de Goiás.

Os quatro menores foram autuados por ato infracional análogo aos crimes de associação criminosa majorada, ameaça, incêndio, dano ao patrimônio público e organização criminosa. De acordo com a PJC, a motivação seria uma suposta represália pela intensificação das ações policiais contra integrantes de facção criminosa na região.

O grupo de infratores já foi diversas vezes apreendido por praticar atos infracionais de tráfico de drogas, associação para o tráfico, roubo, furto qualificado mediante arrombamento, além de integrarem uma facção criminosa da região.

Entenda o caso

Os quatro infratores foram abordados na última quinta-feira (16) por suspeita de tráfico de drogas, sendo conduzidos à delegacia. Ao serem liberados, os jovens deixaram o local fazendo ameaças aos policiais e seus familiares. Foi então que a viatura policial amanheceu incendiada.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEvento de fotografia foca no patrimônio histórico de Cuiabá
Próximo artigoAdolescente é agredida e ameaçada de morte por companheiro armado