Vídeo | Ladrões roubam caminhonete e deixam motocicleta roubada com empresário

Nessa mesma noite eles roubaram outra motocicleta e tentaram roubar outro carro

(Foto: reprodução)

Dois ladrões realizaram uma série de roubos a veículos em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá) na noite dessa quinta-feira (14). Ao todo, dois veículos foram recuperados, um carro eles não conseguiram levar e uma motocicleta ainda não foi localizada.

Tudo começou quando eles abordaram um empresário na porta da empresa dele, na região central de Várzea Grande, próximo ao Terminal de Ônibus, o renderam com uma arma e levaram uma Toyota Hilux.

Os ladrões estavam com uma Honda Titan 125cc, que era roubada e foi deixada por eles no local com o empresário.

Uma câmera de segurança flagrou a ação dos ladrões. Veja:

Poucos minutos após o assalto, porém, a Guarda Municipal foi acionada e encontrou a caminhonete parada no meio da rua.

Testemunhas disseram terem visto dois homens saindo correndo de dentro do carro em direção ao Pronto-Socorro de Várzea Grande.

Os guardas foram até o local que o roubo havia acontecido e encontraram a motocicleta Titan, com queixa de roubo, que havia sido utilizada no crime, abandonada no local.

Outros roubos

Após abandonarem a caminhonete, os ladrões roubaram outra motocicleta e a utilizaram para tentar um novo assalto a um carro, mas não tiveram sucesso.

Dessa terceira vítima, então, levaram um celular, que, por ter rastreador, jogaram em uma região de mata no Bairro Canelas.

Os guardas municipais ficaram tentando encontrar o celular até as 2 horas da madrugada desta sexta-feira (15), quando acabou a bateria do aparelho, o que impossibilitou a continuidade das buscas.

Os ladrões ainda não foram identificados e a última motocicleta não foi recuperada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomens passam a noite em motel, não conseguem pagar a conta e chamam a Guarda Municipal
Próximo artigoSTJ nega foro privilegiado a Maluf e mantém investigação no TJ