Vídeo | “Da direita, quantos mais morrerem de covid é melhor”, diz professora

Professora gaúcha também é investigada por violência contra outros professores e bullying contra alunos por causa de política

(Foto: Reprodução)

A professora Monique Emer, de Caxias do Sul (RS), foi afastada do cargo depois que um áudio seu viralizou nas redes sociais. Na mensagem, Monique diz que quanto mais pessoas da direita morrerem pelo novo coronavírus, melhor.

Monique teria gravado o áudio em um grupo WhatsAppa logo depois que tomou conhecimento da derrota do candidato do PT à prefeitura de sua cidade.

“Da direita, quanto mais morrerem de covid-19, de tudo, Aids, câncer fulminante, pra mim, melhor é. Já que a gente não pode fuzilar, então, que vão na praça fazer bandeiraço (sic) e, se Deus quiser, morram tudo de covid. Adultos, mulheres, idosos e crianças, não vale um, não se salva um”, ela diz em um dos trechos da mensagem.

Em outro trecho, a professora também disse que seria melhor que idosos morressem na pandemia porque, segundo ela, teriam mais tendência a serem conservadores.

“Quando começou a covid eu pensei: lindo e maravilhoso, vai morrer um monte de velho e os velhos são machistas, racistas, reacionário, conservador e o PT vai se reeleger. Foi o que eu pensei quando começou a covid e me disseram que só morria velho. Eu acho ótimo porque eu não tenho nenhuma intimidade com velho”, expressou a professora em outro trecho.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPlantões e teletrabalho no recesso
Próximo artigoCuiabá é a 10ª melhor cidade do país para o comércio, aponta pesquisa