Vice-governador eleito, Pivetta diz que Taques deixa MT pior do que recebeu

Ele promete abrir os números de Mato Grosso ainda no período de transição

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O vice-governador eleito, Otaviano Pivetta (PDT), reforçou o discurso do titular da chapa, Mauro Mendes (DEM), e afirmou que o governador Pedro Taques (PSDB) deixa o Estado de Mato Grosso pior do que recebeu. Ambos são ex-aliados do tucano e, nas eleições deste ano, derrotaram Taques no primeiro turno.

“Não tenho dúvida. O balanço de 2017 mostra claramente isso. Dívidas vencidas e não pagas perto de R$ 3 bilhões, e vamos chegar perto de R$ 4 bilhões, então é quatro vezes pior do que ele recebeu. Bem pior do que quando ele assumiu o governo”, declarou Pivetta.

Pivetta prometeu abrir os números da gestão do Estado e apresentar diagnósticos e possíveis medidas ainda no período de transição. “Assim que montarmos a equipe de transição e avançarmos no trabalho, nós vamos dar a publicidade necessária. Até porque é compromisso nosso ser transparente”, disse.

Cotado para coordenar a equipe de Mendes no processo, ele desconversou sobre a possibilidade. “Acho que meu papel não é esse. Mauro sabe que ele pode contar comigo se precisar. Ele vai definir o que é para eu fazer e vou ser um bom operador”, disse.

O novo vice disse que se surpreendeu com o resultado da eleição, encerrada no primeiro turno com 58% dos votos válidos.

“Foi uma surpresa. Eu não esperava que fosse no primeiro turno. Disputamos contra um governador [Pedro Taques] e um senador em exercício [Wellington Fagundes]. A sociedade mostrou que quer mudança”, disse.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMarcelo VIP é solto após 40 dias
Próximo artigoEleição para deputado muda a composição da Câmara de Cuiabá em 2019