Vereadores de Sinop pedem renúncia de secretário de Saúde

Os parlamentares oficializaram o pedido na Secretaria de Estado de Saúde no dia 17 de abril e acusam o gestor de descaso

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

As más condições do setor de saúde na região Norte do estado de Mato Grosso continuam sendo tema de desgaste junto a atual gestão do estado chefiada pelo governador Pedro Taques. Desta vez, os vereadores de Sinop protocolaram um ofício junto à Secretaria de Estado de Saúde solicitando que o secretário responsável pela pasta, Luiz Soares, renuncie ao cargo.

De acordo com o documento, os parlamentares consideram que o gestor não tem condições de solucionar os graves problemas da saúde, principalmente na região Norte.

“Diante da situação caótica da Saúde de Mato Grosso, dirigimos a vossa excelência, solicitar que peça a renúncia. O Hospital Regional de Sinop vem funcionando em condições precárias, servidores públicos desmotivados e repasses atrasado e diante da posição irredutível vossa senhoria não vemos outra saída”, diz um trecho do documento.

O ofício diz ainda que o secretário não atende os parlamentares nem mesmo em reuniões pré-agendadas e que ele nunca teria se dirigido às unidades de saúde para a verificação dos problemas.

“Considerando o mínimo de respeito que V. Sr. tem com os Municípios de Mato Grosso, e com as autoridades que lhe representam, bem como está claro que o senhor não está apto a ocupar um cargo de tamanha valia para o Estado, estes vereadores solicitam sua imediata renúncia”, diz outro trecho da nota.

O ofício foi assinado pelos vereadores: Leonardo Visera (PP), Dilmair Callegaro (PSDB), Luciano Chitolina (PSDB), Adenilson Rocha (PSDB), professor Hedivaldo Costa (PR), professora Branca (PR), Ademir Bortoli (MDB), Maria José da Saúde (PMDB), Joacir Testa (PDT), Joaninha (PMDB), Billy Dal Bosco (PR), Remidio Kuntz (PR) e Tony Lennon (PMDB).

Outro Lado

De acordo com a assessoria da SES, a secretaria ainda não tem o conhecimento oficial sobre o documento.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEscola Tancredo Neves recebe ‘Nosso Judiciário’
Próximo artigoAudiência Pública debate situação dos vendedores de comida de rua