Vereadores de Cuiabá trabalham até a noite para garantir recesso a partir desta 2ª

    Os vereadores de Cuiabá realizaram duas sessões extraordinárias para aprovar o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2019, que estima uma receita total de R$ 2,3 bilhões

    (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

    Correndo contra o tempo para dar início ao recesso parlamentar, os vereadores de Cuiabá realizaram duas sessões extraordinárias, que se estenderam até a noite na última sexta-feira (13), para apreciar o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2019. Aprovada por unanimidade, a LDO estima uma receita total de R$ 2,3 bilhões para Cuiabá no ano que vem.

    O montante representa R$ 111 milhões a mais do que o orçamento aprovado para 2018, sendo que das 38 emendas apresentadas pelos vereadores, foi aprovada apenas a que destina 1% da receita do município para emendas parlamentares e 13 sequer foram apreciadas.

    A LDO estabelece as metas e prioridades para o ano seguinte, sendo a base para elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA). O texto segue agora para sanção do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB),

    Com a aprovação, os parlamentares deram início ao recesso parlamentar e retornam aos trabalhos legislativos apenas em 1º de agosto.

    Use este espaço apenas para a comunicação de erros





    Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Artigo anteriorBandidos roubam carros, tentam atropelar policiais e batem em viatura para fugir
    Próximo artigoHidrelétrica São Manoel: Justiça acolhe pedido do MPF e assegura direito à consulta prévia a indígenas