|Segunda-feira, 22 Outubro 2018
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Vereadores de Cuiabá não seguem normas para aprovação de matérias

As contradições estão presentes em duas matérias distintas aprovadas pela Câmara de Vereadores da Capital em menos de dois meses, ambas voltadas à própria atuação parlamentar

61
COMPARTILHECOMPARTILHE

Para permitir a reeleição dos membros da mesa diretora da Câmara de Cuiabá na mesma legislatura, as normas seguidas no processo de votação estão previstas na Lei Orgânica de Cuiabá, uma vez que são superiores ao regimento interno da Casa. Para vereadores terem permissão para assumir outros cargos sem perder o mandato, por sua vez, a Lei Orgânica do Município se sobrepõe à Constituição Estadual e Federal, reduzindo proibições e incompatibilidades.

As contradições estão presentes em duas matérias distintas aprovadas pela Câmara de Vereadores da Capital em menos de dois meses, ambas voltadas à própria atuação parlamentar. A primeira é questionada, por enquanto, somente por parlamentares. A segunda é alvo de Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Acontece que, para garantir a aprovação da alteração do regimento interno, o presidente da Casa, Justino Malheiros (PV), amparou-se na Lei Orgânica do Município, que prevê a necessidade de maioria simples dos votos, ao passo que o regimento exige 2/3. Durante a votação, realizada na sessão desta terça-feira (15), Malheiros afirmou que as normas internas não podem, de maneira alguma, sobrepor a Lei Orgânica ou a Constituição Federal.

Em março, no entanto, os parlamentares aprovaram outra mudança, desta vez na Lei Orgânica do Município, para que eles mesmos pudessem assumir outros cargos sem perder o mandato. Com isso, ficaram autorizados a se licenciar da Câmara para assumir cargos de secretário e ministro de estado, bem como de senador, deputado estadual e deputado federal, quando tiverem sido eleitos como suplentes.

Para o Ministério Público, por sua vez, a alteração é inconstitucional, uma vez que reduz proibições e incompatibilidades previstas tanto na Constituição do Estado de Mato Grosso, quanto na Constituição Federal de 1988. Ao propor ADI, o Ministério Público ressaltou que ambas as constituições determinam, expressamente, que a Lei Orgânica do Município deverá seguir as normas constitucionais e, em nome do princípio da simetria, jamais poderá extrapolá-las.

Ou seja, ao promover a alteração na Lei Orgânica, os vereadores estariam sobrepondo normas previstas nas constituições, o que nesta terça-feira o presidente disse que não poderia fazer em relação as mudanças no regimento interno.

Pela nova norma, os membros da mesa diretora do legislativo municipal passam a ter permissão para disputar a reeleição para o mesmo cargo e na mesma legislatura, o que, em tese, pode beneficiar Malheiros. Anteriormente, só existia essa possibilidade em caso de mandato-tampão, quando o presidente tivesse assumido em virtude de impedimento do eleito.

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Ager recorre ao TJ e consegue que tarifa intermunicipal volte para R$ 3,75
Pronto-socorro será inaugurado em dezembro, com a presença de Michel Temer
Candidatas trans se elegem para mandatos individual e coletivo no Brasil
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Pronto-socorro será inaugurado em dezembro, com a presença de Michel Temer
Mudança de governo: saiba como funciona a transmissão de mandato de governador do Estado
Mensalidades escolares devem subir 7% em média, em MT
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Valor da Produção Agropecuária é de R$ 574,25 bilhões
Presidente do Indea apresenta minuta do Fundeagro ao setor produtivo e representantes de classe
Peste Suína: mais três casos são registrados no Brasil
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Cine Teatro exibe filme que dá sequência a curta premiado em Cannes
Seminário sobre musicoterapia terá workshops, mesas-redondas e atrações culturais no Cine Teatro
Netflix retira episódios de Rick and Morty do catálogo
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Diferença salarial entre homens e mulheres diminuiu de 2016 para 2017
No Maranhão, Haddad cobra do TSE apuração sobre fake news anti-PT
Orçamento de 2019 deve ser prioridade do Congresso após eleições
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Sine oferta mais de mil vagas de trabalho em Mato Grosso
Processo seletivo em Matupá oferece 50 vagas de até R$ 3,6 mil
Concursos públicos têm mais de 800 vagas e salários até R$ 18 mil em MT; confira
X