|Terça-feira, 22 Janeiro 2019
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Vereadores de Cuiabá não seguem normas para aprovação de matérias

As contradições estão presentes em duas matérias distintas aprovadas pela Câmara de Vereadores da Capital em menos de dois meses, ambas voltadas à própria atuação parlamentar

COMPARTILHECOMPARTILHE

Para permitir a reeleição dos membros da mesa diretora da Câmara de Cuiabá na mesma legislatura, as normas seguidas no processo de votação estão previstas na Lei Orgânica de Cuiabá, uma vez que são superiores ao regimento interno da Casa. Para vereadores terem permissão para assumir outros cargos sem perder o mandato, por sua vez, a Lei Orgânica do Município se sobrepõe à Constituição Estadual e Federal, reduzindo proibições e incompatibilidades.

As contradições estão presentes em duas matérias distintas aprovadas pela Câmara de Vereadores da Capital em menos de dois meses, ambas voltadas à própria atuação parlamentar. A primeira é questionada, por enquanto, somente por parlamentares. A segunda é alvo de Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Acontece que, para garantir a aprovação da alteração do regimento interno, o presidente da Casa, Justino Malheiros (PV), amparou-se na Lei Orgânica do Município, que prevê a necessidade de maioria simples dos votos, ao passo que o regimento exige 2/3. Durante a votação, realizada na sessão desta terça-feira (15), Malheiros afirmou que as normas internas não podem, de maneira alguma, sobrepor a Lei Orgânica ou a Constituição Federal.

Em março, no entanto, os parlamentares aprovaram outra mudança, desta vez na Lei Orgânica do Município, para que eles mesmos pudessem assumir outros cargos sem perder o mandato. Com isso, ficaram autorizados a se licenciar da Câmara para assumir cargos de secretário e ministro de estado, bem como de senador, deputado estadual e deputado federal, quando tiverem sido eleitos como suplentes.

Para o Ministério Público, por sua vez, a alteração é inconstitucional, uma vez que reduz proibições e incompatibilidades previstas tanto na Constituição do Estado de Mato Grosso, quanto na Constituição Federal de 1988. Ao propor ADI, o Ministério Público ressaltou que ambas as constituições determinam, expressamente, que a Lei Orgânica do Município deverá seguir as normas constitucionais e, em nome do princípio da simetria, jamais poderá extrapolá-las.

Ou seja, ao promover a alteração na Lei Orgânica, os vereadores estariam sobrepondo normas previstas nas constituições, o que nesta terça-feira o presidente disse que não poderia fazer em relação as mudanças no regimento interno.

Pela nova norma, os membros da mesa diretora do legislativo municipal passam a ter permissão para disputar a reeleição para o mesmo cargo e na mesma legislatura, o que, em tese, pode beneficiar Malheiros. Anteriormente, só existia essa possibilidade em caso de mandato-tampão, quando o presidente tivesse assumido em virtude de impedimento do eleito.

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Advogada ajuda e família consegue descarte de feto; laboratório doou o serviço
Estudantes de Várzea Grande devem fazer o recadastramento para uso do cartão escolar
Homem agride esposa por causa de torneira aberta, tem convulsão na viatura e ameaça policiais
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Facão no Estado: governador exonera 96 comissionados, mas nomeia 93; veja listas
Janaina é recebida aos gritos de “governadora” e tenta marcar reunião
Servidores invadem Assembleia e prometem barulho durante votação de RGA
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Nelore MT afirma que o setor pecuário não suporta novas taxações
Gosta de uva? Governo reajustou preço mínimo da fruta em 11,96%
Exportações do agro em alta de quase 6% ultrapassam US$ 100 bi
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Hermanoteu na Terra de Godah vai virar filme e estreia em dezembro
Marvel permite que paciente terminal assista novo filme dos Vingadores antes da estréia
Atriz de Bebel de A Grande Família afirma que série brasileira é melhor que Friends
Corrupção Economia Eleições Estados Política
BNDES aprova programa de financiamento coletivo para área da cultura
Linhão de Belo Monte volta a funcionar
Promotores ouvem João de Deus pela terceira vez
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Sine oferece mais de 1.177 oportunidades de trabalho em MT
Em busca de novas oportunidades? Confira 14 concursos públicos abertos
Topa encarar desafios e busca oportunidade de emprego? Tem vaga na Stone Cuiabá
X