Vereadora do PT acusada de assassinato toma posse no Ceará

A petista teria participado de uma chacina que ceifou a vida de sete pessoas, incluindo uma criança de sete anos

(Foto Reprodução TSE)

Mesmo sob a acusação de participar de uma chacina, a vereadora eleita Edivanda de Azevedo (PT) tomou posse no cargo do legislativo da cidade de Ibaretama (CE). O caso gerou polêmica e viralizou nas redes sociais.

A cerimônia de posse aconteceu de forma virtual na quarta-feira (21).

Entretanto, durante a solenidade, a vereadora era uma detenta do presídio feminino Auri Moura Costa, em Aquiraz, Região Metropolitana da capital do Estado, Fortaleza.

Participação em chacina

De acordo com sua ficha criminal, a petista é suspeita de ser cúmplice em sete execuções feitas no dia 26 de novembro de 2020, incluindo a de uma criança que tinha apenas sete anos de idade.

As vítimas da chacina teriam sido assassinadas dentro de casa. Entre os autores detidos estão também dois irmãos da petista.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMichael C. Hall retorna como Dexter no trailer do revival da série
Próximo artigoBatman de Ben Affleck aparece com novo visual em fotos do set de The Flash; confira