Vereador omite que é réu e tem candidatura negada em VG

Jânio Calistro foi preso por associação ao tráfico de drogas em dezembro de 2019

(Foto: Reprodução)

A Justiça Eleitoral negou o registro de candidatura ao vereador por Várzea Grande (Região Metropolitana) Jânio Calistro Lemes do Nascimento (DEM), que tentaria a reeleição. O motivo: ele foi preso em dezembro do ano passado, durante a Operação Cleanup, da Polícia Civil, pela suspeita de integrar um grupo de tráfico de drogas. 

A decisão dada pelo juiz Alexandre Elias Filho alega que não houve a entrega de documentos necessários para a concessão do registro de candidatura.

O parlamentar omitiu documentos oficiais que comprovariam que é réu em processos criminais e cíveis. Agora, cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Também por problemas na documentação, foi negado o registro de candidatura do ex-vereador Hilton Gusmão (PV), que busca retornar a Câmara de Várzea Grande.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVocê pode ajudar a fundação Espírita Rachele Steingruber (Fundação Nova Suíça); saiba mais!
Próximo artigoCirurgias estéticas em animais podem ser proibidas em MT