Vereador é suspeito de enganar idoso e furtar cartão de crédito

Parlamentar, que também é técnico em enfermagem, pediu que a vítima fechasse os olhos por 15 minutos durante consulta

Suspeito de furto qualificado, um vereador de Lambari d’Oeste é investigado pela Polícia Civil. Ele foi alvo da Operação “Luva Branca”, deflagrada nesta terça-feira (11) para cumprimento de mandado de busca e apreensão e indisponibilidade de bens.

As investigações apuram denúncia de que vereador, que também é técnico de enfermagem do município, teria se utilizado do cargo para enganar um idoso e furtar o cartão de crédito de um idoso.

À polícia, a vítima contou que o vereador marcou uma consulta que não foi solicitada. Durante a realização de um exame, o servidor público pediu que o idoso fechasse os olhos por 15 minutos.

Após a consulta, a vítima não encontrou seu cartão magnético. Ao tentar pedir o bloqueio, o idoso descobriu que alguém estava realizando saques na conta. Ao conferir as filmagens da agência bancária, os policiais civis descobriram que o suspeito era o vereador.

Em decorrência da operação, o vereador teve bens bloqueados em quantia equivalente ao prejuízo causado à vítima.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPunição ao fiscal?
Próximo artigoJustiça extingue pedido de critérios de vacinação feito pela ALMT