Veículos precisam de identificação para ocupar vagas de idosos e PCDs

Se você não tem o direito, está cometendo infração gravíssima, que pode resultar na perda de 7 pontos na CNH e em multa de R$ 293,47

Estacionar em vaga especial sem a devida identificação é uma infração gravíssima, que pode resultar na perda de 7 pontos na CNH e em multa de R$ 293,47.

É possível que a pessoa tenha direito à vaga – como idosos ou pessoas com deficiência -, mas o veículo não esteja devidamente identificado com um cartão emitido pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).

Nesta semana, a Prefeitura de Cuiabá deu início a uma campanha de cadastramento. O cartão leva apenas 10 minutos para ser emitido e processo é feito pelo Setor de Perícia Médica da Semob.

Para que os idosos assegurem esse benefício, é preciso comparecer ao setor com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) caso seja o condutor do veículo, ou a CNH do responsável, comprovante de endereço e preencher formulário que é disponibilizado na hora.

Cartões de identificação de veículo de pessoas com deficiência devem ser solicitados pelos mesmos ou representante (é preciso preencher um requerimento, neste caso). É preciso apresentar a cópia da carteira de identidade, comprovante de residência, laudo médico original e atualizado (com CID) ou documento equivalente que comprove a deficiência, além da Carteira Nacional de Habilitação.

Nos casos de deficiência auditiva, é preciso apresentar exame de audiometria original, preencher um cadastro e então será validada a documentação.

Para dúvidas e informações, a Semob atende pelo (65) 3315-4245 ou diretamente na sede, que fica na Rua 13 de Junho, 1289, no bairro Porto. O atendimento ao público é feito de 8h às 17h.

(com assessoria)