Vazio sanitário do algodão termina nesta sexta para municípios da Região I

Durante o vazio sanitário não pode haver restos culturais, denominados de plantas com risco fitossanitário.

Foto: Assessoria

O período obrigatório do vazio sanitário do algodoeiro termina nesta sexta-feira (30.11) para os municípios da Região I. O plantio para esta região está estabelecido de 01 de dezembro a 28 de fevereiro. Em Mato Grosso, o calendário é divido em duas regiões conforme a Instrução Normativa Conjunta Sedec/Indea-MT nº 001/2016.

Já para os municípios da Região II, o vazio sanitário da cultura do algodão continua até 14 de dezembro, e o plantio está normatizado de 15 de dezembro a 28 de fevereiro. Durante o vazio sanitário não pode haver restos culturais, denominados de plantas com risco fitossanitário. O vazio sanitário é uma medida para controle do bicudo-do-algodoeiro, uma praga com alto potencial de dano nessa cultura.

Equipes do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT), estão em campo fiscalizando se há presença de plantas com “risco fitossanitário”, que são plantas do algodoeiro tigueras acima do estádio V3 e plantas rebrotadas (soqueiras) com mais de quatro folhas por broto ou presença de estruturas reprodutivas (botão floral, flores, maçãs e capulhos).

A multa para quem descumprir o período é de 30 Unidade Padrão Fiscal (UPF-MT), mais 2 UPF por hectare de planta não eliminada.