Vazamento de delação

Alan Malouf confessou participação em esquemas de suposto caixa 2 de Pedro Taques

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Cerca de um mês antes de retirar o sigilo da delação do empresário Alan Malouf, o ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), havia pedido à Procuradoria Geral da República (PGR) que investigasse possível crime de violação de sigilo.

Informações sobre a delação vazaram e foram divulgadas pela imprensa, a maior parte delas pelo jornal Folha de S.Paulo. O pedido do ministro foi feito no dia 14 de setembro, e o sigilo foi levantado no dia 19 de outubro.

Saiba tudo sobre a delação que detalhou esquemas que teriam alimentado caixa 2 na campanha de Pedro Taques (PSDB) em 2014.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEstudos da Semob alteram local de embarque de linhas de ônibus no centro de Cuiabá
Próximo artigoReceita abre consulta pública sobre operações com moedas virtuais