Várzea Grande descentraliza a vacinação para seis unidades a partir desta quarta-feira

Confira as seis unidades que passam a aplicar as vacinas da covid-19 em Várzea Grande

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

Executando um planejamento que prevê a continuidade da Campanha de Imunização contra covid-19 no ano de 2022, o prefeito Kalil Baracat, após analise dos dados da Secretaria Municipal de Saúde, determinou que a partir desta quarta-feira (3) seja iniciado o processo de descentralização da campanha de vacinação para as unidades de saúde de Várzea Grande.

“Inicialmente iremos manter o Ginásio Poliesportivo Júlio Domingos de Campos (Fiotão) de segunda às sextas-feiras, das 8h às 16 horas, e eventualmente, em horário e data previamente agendada, também utilizaremos o Parque Berneck e o Centro Universitário Várzea Grande (UNIVAG), que são de parceiros como a Assembleia Legislativa e a Universidade, que contribuem com Várzea Grande sem ônus para o Poder Público Municipal, e estaremos em seis Unidades de Saúde”, disse Kalil Baracat.

Kalil Baracat voltou a defender que a imunização seja para todas as pessoas, desde as crianças até os adultos e que o papel dos Governos Federal e Estaduais é garantir aos municípios vacinas e medicamentos necessários para este enfrentamento.

“Se possível, queremos avançar ainda mais, como em diversos países que já vacinam crianças de cinco anos para cima”, disse ele, lembrando que Várzea Grande já vacina todos os públicos alvos de 12 anos acima.

As seis unidades que passam a aplicar as vacinas da covid-19 são:
1 – Centro de Saúde Nossa Senhora da Guia;
2 – UBS Santa Isabel;
3 – UBS Cabo Michel;
4 – Clínica de Atenção Primária do Jardim Glória;
5 – Policlínica de Atenção Primária do Cristo Rei;
6 – ESF Jardim Manaíra.

O secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo Barros, frisa que o planejamento da pasta em conjunto com os dados disponíveis da pandemia no Brasil e no Mundo sinalizam pela necessidade de se manter a imunização das pessoas por um período de tempo ainda desconhecido.

“É tácito de que hoje a pandemia da covid-19 se encontra sob controle, mas existem focos de resistência em diversos países que tem enfrentado dificuldades na imunização das pessoas por diversos motivos. Então, como forma de precaução, o entendimento da medicina e da ciência é de mantermos medidas de biossegurança aliadas com as vacinas disponíveis e novos medicamentos que se encontram sendo testados e aplicados”, disse Gonçalo Barros.

O titular da Saúde pública sinalizou que a meta a ser perseguida é ainda em novembro ampliar a vacinação para 22 Unidades de Saúde de Várzea Grande, cobrindo todo o perímetro urbano e rural da segunda maior cidade de Mato Grosso.

“Queremos antecipar nosso planejamento para que em 2022 as coisas funcionem de forma mais resolutiva e atenda a um maior número de pessoas”, disse Gonçalo Barros, apontando que Várzea Grande já tem 94% do público alvo com a primeira dose da vacina e 72% com as duas doses ou dose única.

Na oportunidade, o prefeito Kalil Baracat e o secretário de Saúde, Gonçalo Barros, aproveitaram para agradecer o empenho e dedicação de todos os servidores envolvidos na campanha de vacinação da covid-19, sejam eles públicos ou particulares, que contribuíram muito e vão entrar em uma nova fase agora com a descentralização, pois os serviços demandaram novas medidas e maior segurança para atender a necessidade imposta pelos cuidados e exigências da campanha de vacinação contra covid-19.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCapacitações gratuitas
Próximo artigoAtaque de cães: 1,3 mil residências em MT são risco para trabalhadores, aponta Energisa