Valorização e aumento da demanda ditam ritmo da comercialização do milho

A fluidez nas negociações se deu principalmente na segunda quinzena do mês de maio

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

As vendas do milho mato-grossense para a safra 18/19 alcançaram 69,21% da produção durante o mês de maio. O volume é fruto do avanço mensal de 6,9% na comercialização. A saca foi vendida a um preço médio de R$ 20,61.

Fluidez que se deu, principalmente, na segunda quinzena do mês, “quando houve uma valorização do milho no mercado externo e também aumento da demanda para o confinamento pecuário do Estado”, explica o boletim do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Os negócios para a safra 19/20 também já estão a todo valor, com reportes indicando 15,26% da produção vendida. Tal volume de milho comercializado nesse período é atípico para o estado, dado a forte valorização nas cotações do dólar e da bolsa de Chicago para julho de 2020 no período, enquanto que, na média dos últimos cinco anos, as vendas do cereal apresentavam um avanço de apenas 2,42%.

Dessa forma, as vendas do milho mato-grossense para o mercado externo têm sido favorecidas, com grande parte das regiões do estado apresentando adiantamento na comercialização de ambas as safras.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSindicato terá que arcar com despesas de transporte na reposição das aulas
Próximo artigoEm dia de otimismo, Bolsa sobe e aproxima-se de recorde histórico