Vai instalar o pisca-pisca? Especialista dá dicas para evitar curtos e até incêndios

Profissional da Energisa ainda fala como economizar energia, sem abrir mão da decoração para o Natal

(Foto de Jeswin Thomas no Pexels)

Eles são a essência do clima de Natal, mas podem estragar a festa, se não forem instalados da forma correta. Estamos falando do pisca-pisca.

Coordenador de Saúde e Segurança da Energisa Mato Grosso, Victor Hugo Amorim alerta que um dos pontos de risco é o uso de “Ts” para ligar vários equipamentos em uma mesma tomada. Uma prática que pode resultar em sobrecarga de energia ou aquecimento da fiação, tomadas, pinos e conexões.

“Tais condições podem ocasionar problemas sérios como perda de energia, queima de equipamentos, choques elétricos e até incêndios. Então, antes de improvisar, o cliente deve lembrar que a segurança deve estar em primeiro lugar em qualquer período do ano, inclusive nas decorações de Natal”, ressalta.

Outra dica é que esses equipamentos elétricos não devem ficar próximos a materiais inflamáveis como papel, papelão, tecido, isopor, madeira ou plástico. “O alerta vale ainda para os enfeites em áreas externas. Estando sob os efeitos da chuva, do sol e do vento, pode haver um desgaste dos fios aumentando os riscos de acidentes”, reforça Victor.

Antes de acender a árvore de Natal, também é importante observar as condições dos fios, principalmente se for reutilizar os enfeites de anos anteriores. Se eles estiverem desencapados, com a parte metálica aparente, a orientação é descartar, já que a capa de proteção evita choques e fuga da corrente de energia. O mesmo vale para o material que está com essa capa de proteção ressecada ou rompida.

“Assim como qualquer instalação elétrica, os tradicionais luminosos de Natal precisam ser instalados com segurança. O primeiro passo é escolher produtos de qualidade e com certificação do Inmetro. Basta observar nas embalagens todas as informações de segurança, indicações de potência, referência de tensão e instruções de uso”, orienta Victor.

Foto de Valeria Vinnik no Pexels

Confira outras dicas para garantir uma decoração linda e sem riscos:

  • Buscar a orientação de um eletricista, que vai calcular o que pode ou não ser ligado, para não acontecer sobrecarga de energia;
  • Não passar fios por baixo de tapetes ou por trás de cortinas, pois aumenta o risco de acidentes;
  • Não manusear luzes e enfeites com as mãos ou os pés molhados;
  • Não deixar crianças e pets brincarem ou ficar próximos dos enfeites com instalações elétricas;
  • Estabelecer um horário para ligar e desligar os enfeites luminosos;
  • Desligar tudo da tomada para contribuir para redução do valor da conta de energia e evitar acidentes sempre que sair de casa.  

Redução de consumo

Em relação à redução de consumo, a sugestão é investir em pisca-pisca com lâmpadas de LED, mais econômicas, eficientes, duráveis e, por isso, ecologicamente corretas. A redução chega a 80% do consumo de energia em relação ao pisca-pisca tradicional.

E não custa lembrar que deixar o pisca-pisca aceso por menos tempo vai gerar consumo menor de energia e não irá impactar tanto na conta de luz no final do mês.

Em caso de viagens

Com os recessos e comemorações de fim de ano, em muito momentos, as famílias se programam para poder visitar parentes ou conhecer novos lugares. Nessas situações, também é importante que alguns cuidados sejam tomados com os eletrodomésticos.

Retire os aparelhos da tomada, pois em casos de quedas de energia ou curto-circuito, se os aparelhos estiverem em contato com a energia, há o risco de queimarem ou pegarem fogo.

Se houver alguém de confiança, também é indicado que peça para que essa pessoa cuide da casa enquanto os moradores estiverem fora.

Um outro cuidado que deve ser tomado é fechar o registro do gás.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorComo escolher Casino online pelas Vantagens nos Levantamentos?
Próximo artigoPapai Noel já está pronto para percorrer o Pantanal de Mato Grosso