Vacinado, prefeito aguarda acordo para vacinar toda a população de Cuiabá

Emanuel Pinheiro diz que possível liberação de 670 mil doses extras pelo Ministério da Saúde vai garantir a imunização de todos os cuiabanos

Com os dizeres de “Viva o SUS [Sistema Único de Saúde] e Viva a Ciência”, o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) recebeu nesta segunda feira (07), no posto de vacinação do Sesi/Senai na Avenida XV de Novembro, a primeira dose da vacina contra a covid-19.

O imunizante aplicado foi da Pfizer. A segunda dose está marcada para 90 dias.

Após a vacina, o prefeito declarou que tem a esperança de que a vacina seja universalizada no Estado. “Espero que esse dia chegue a todos os cuiabanos e mato-grossenses”, declarou.

Vacinação de todos os cuiabanos

Na coletiva à imprensa, Emanuel revelou que tem a expectativa de receber até 670 mil doses de vacinas para Cuiabá, o que permitia vacinar a população cuiabana por completo.

Essa quantia de vacinação seria entregue pelo Ministério da Saúde a título de compensação pela participação de Cuiabá na Copa América de Futebol, organizado pela Conmebol.

“Nós aguardamos uma resposta na tarde desta segunda-feira. Conversei nos últimos dias com o ministro Luiz Eduardo Ramos e estamos aguardando uma resposta. O deputado federal Emanuelzinho também está participando e estamos na expectativa”, disse.

670 mil doses extras de vacinas

O prefeito ressaltou que, na hipótese de receber 670 mil doses extras de vacinas, a quantia será suficiente para imunizar toda a população cuiabana, contemplando a faixa etária de 18 a 54 anos, independentemente de comorbidade, que ainda não tiveram seus cadastros liberados.

“Conseguiremos vacinar toda a população com essa quantia de vacinas. Por isso, já dialogamos com a CBF e o ministro Luiz Eduardo Ramos tem sido bastante atencioso e dedicado para atender essa demanda”.

Com relação à liberação da vacina russa Sputnik V, que foi liberada na sexta-feira (4) pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Emanuel diz que a quantia que contempla Mato Grosso é irrisória.

“Houve uma aprovação precária pela Anvisa e o Estado poderá receber 35 mil doses. O que a população de Cuiabá pode ter certeza é que estou no cargo de prefeito me empenhando para acelerar as vacinas”, concluiu.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMenina de quatro anos conta ao pai ter sido estuprada pelo namorado da mãe
Próximo artigoAécio Rodrigues no Ermat