“Vacina contra o coronavírus não será obrigatória e ponto final”, diz Bolsonaro

Apesar da decisão, Jair Bolsonaro sustentou que imunização será distribuída gratuitamente pelo SUS

(Foto: Isac Nóbrega/ PR)

O presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar, nesta segunda-feira (19), que a vacina contra a covid-19 não será obrigatória. O presidente ainda fez críticas a governadores que querem a obrigatoriedade da vacinação.

Durante uma conversa com seus apoiadores, o presidente também disse que vem conversando com o atual ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre a vacina.

Meu ministro já disse claramente que não será obrigatória essa vacina e ponto final. Tem um governador aí que está se intitulando o médico do Brasil, dizendo que ela será obrigatória. Repito que não será”, disse Bolsonaro, em referência ao governador de São Paulo, João Dória.

O presidente afirmou ainda que a vacina, depois de aprovada pelos órgãos competentes, será oferecida aos brasileiros de forma gratuita pelo SUS.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMais pessoas doentes, menos morte: infectologista explica o “futuro” da covid-19
Próximo artigoTRE proíbe “transferência” de dinheiro entre campanhas ao Senado e a prefeituras